#bankerslife. O banqueiro por trás da homenagem de Bolsonaro

O banqueiro por trás da homenagem de Bolsonaro

#bankerslife. O BANQUEIRO POR TRÁS DA HOMENAGEM A BOLSONARO. Devido ao quiproquó, quase todo mundo já sabe que o presidente Bolsonaro foi eleito a “Personalidade do Ano” pela Câmara de Comércio Brasil Estados Unidos e que acabou recebendo o prêmio em Dallas porque NY o rejeitou. Mas você sabe quem é o presidente da Câmara de Comércio que está por trás da homenagem? Vem comigo, que te conto.

Trata-se de Alexandre Bettamio, presidente para América Latina do Bank Of America, um dos maiores bancos dos Estados Unidos e que no Brasil tem foco no atacado em especial em operações de fusões, aquisições, venda de ações. Há anos vem prestando serviços para o governo brasileiro.

Neste ano o BofA, como é chamado, já conseguiu bons negócios com o governo em especial com a Caixa Econômica. É líder de operações de venda das ações do IRB e da Petrobras que pertencem à Caixa. Mas o banco foi muito comentado mesmo no fim do ano passado quando Paulo Guedes disse em conversa com Bettamio que queria fazer a fusão do BofA com o Banco do Brasil. A conversa surgiu porque Bettamio foi convidado para presidir o BB, mas acabou declinando do convite.

Bettamio foi um eleitor de Bolsonaro. Chegou a encerrar discursos com o slogan da campanha: “Brasil acima de tudo. Deus acima de todos”. Desde que assumiu a Câmara de Comércio, a tornou mais política e foi na sua gestão que foram homenageados Sergio Moro, João Dória e agora Bolsonaro. Nos 50 anos de história do prêmio oferecido pela Câmara é a primeira vez que um presidente em exercício é homenageado. Hoje no evento em Dallas, o presidente esqueceu o nome de Bettamio mas destacou que ele também fez escola do Exército. Em seu discurso, Bettamio destacou estarem em estado (Texas) fortemente movido pelas petrolíferas que têm interesses em comprar empresas no Brasil.

Quer forma melhor de fazer relações institucionais? Só não pegou bem o vai não vai do evento em NY.