#baratavoa. Aliança sem Aliança.

A imagem pode conter: 1 pessoa, terno

Aliança pelo Brasil é o nome do novo partido de Bolsonaro. Só resta saber com quem será esta aliança, né Tixa? Pois é, darling, porque a bem da verdade é que o presidente está quebrando a aliança com seu partido e não é lá muito conhecido por manter aliados. Repara na quantidade de militares que já deixaram o governo. Alguns como o general Santa Cruz sequer foram avisados antes.

O anúncio foi feito hoje em reunião com deputados do seu agora ex-partido, o PSL, segundo informou a deputada Bia Kicis pelas redes (mas depois ela apagou, vá saber!).

Flavinho, senador e 01, também vai junto. Dudu por enquanto não falou nada. Se sair do PSL corre o risco de perder o mandato, teria que negociar a saída com o partido. E Carluxo? Carluxo saiu das redes, darling. Não sabemos mais nada dele. Mas de qualquer forma ele nunca foi do PSL. Ele é do PSC. 😱

Todos os deputados que devem seguir Bolsonaro vão ficar no PSL até que o novo partido exista no papel. Mas o rolê vai ser monstro. Precisa conseguir 500 mil assinaturas e ainda o aval do tribunal superior eleitoral.

E o PSL? O PSL está lá com crédito milionário no fundo eleitoral, que vai entregar ao partido cerca de 750 milhões até 2022. E o presidente, Luciano Bivar, já está buscando alianças com outros partidos como o DEM, do Maia.

PP. (para os perdidos). O presidente e o senador podem sair do partido quando bem entendem porque são donos de seus mandatos. O partido é dono somente dos mandatos de deputados e eventualmente podem expulsa-lós por infidelidade partidária.

ATUALIZAÇÃO: Joice Hasselamnn, que brigou com The Bolsonaros, está provocando os deputados do PSL que disseram que vão seguir Bolsonaro a ir pedir as contas do partido hoje mesmo.
Foto: Marcelo Chello