#baratavoa. Dinheiro público financia autopromoção do presidente e o professor terra plana.

A imagem pode conter: 2 pessoas

Um site de resultados do jogo do bicho foi o que mais recebeu propaganda do governo quando Bolsonaro queria convencer o povo da importância da Nova Previdência. Mas o jogo do bicho não é proibido, Tixa? Vamos perguntar pro Bolsonaro, né darling? Ele entende tudo das nossas leis.

Esta foi só uma das irregularidades encontradas pela #CPI das #fakes na distribuição de dinheiro público pela secretaria de comunicação do governo Bolsonaro. Um relatório divulgado ontem pela comissão mostra até anúncios que podem resultar em #impeachment de #Bolsonaro e outros que podem botar apoiadores na #prisão.

Cerca de 2 milhões de anúncios, quase 5% do total da campanha da Nova Previdência, foram veiculados em sites de notícias falsas, canais de crianças, de conteúdo sexual, de jogo de azar, e otrascositasmas. A treta e a lista são grandes, darling. E olha que a SECOM entregou apenas relatório referente a pouco mais de um mês de suas atividades.

Vamos à listinha dos anúncios da Nova Previdência?

📌 O site de direita Terça Livre, cujo dono está sendo investigado pelo Supremo e que bate no peito quando diz que não recebe dinheiro do governo de jeito nenhum, está na listinha dos que receberam anúncios via Google AdSense. É, o seu Allan dos Santos inclusive afirmou em depoimento na CPI que a SECOM não anunciava no seu site. Xiii, mentindo para uma CPI, Allan? Isso dá cana, darling. Até 3 anos.
📌 Sites e canais do YouTube com o nome de Bolsonaro, que pode configurar uso do dinheiro público para promoção pessoal o que fere a Constituição. E se o presidente não obedece a Constituição, comete crime de responsabilidade. Sim darling, dá impeachment.
📌 site e canal de Flavio Bolsonaro
📌 canal da Resistência, o deputado do PT, Paulo Pimenta. Isso daí deve ser aquele seguro pra dizer: olha como a gente coloca dinheiro em todo lugar.
📌 47 sites que os técnicos consideram como notícias falsas, entre eles dezenas de bolsonaristas, mas alguns esquerdistas como Revista Fórum e Tijolaço.
📌 Canal do Professor Terra Plana. Vídeo mais visto do canal: 200 provas de que a terra não é um Globo. Aff.
📌site “sempre questione”, que produzia, segundo o relatório, reportagens fantásticas como as múmias alienígenas escondidas em pirâmides do Egito, colisores de átomo que abrem portais para o inferno e baleias encontradas em fazendas a centenas de quilômetros do litoral.
📌canal infantil russo.

Mas sabe o que é pior para o seu SECOM? O relatório técnico entregue à CPI das fakes levanta uma lebre: a SECOM investe muito dinheiro com a rubrica geral de “Google AdSense” e não abre quem são os sites e canais de YouTube e apps que recebem dinheiro público. E se a seu Wajngarten tiver que abrir tudo? O que vai aparecer?

___________________________

#PP (para os perdidos). A Secretaria de Comunicação (SECOM) é comandada por Fábio Wajngarten, aquele que tem uma empresa cujos clientes são as tevês que por sua vez recebem verbas públicas que ele distribuiu, lembra?. Ele escapou daquela, será que vai escapar dessa também?
#PP1. A publicidade no Google AdSense é muitas vezes distribuída aleatoriamente, mas quem anuncia pode também escolher para sites ou canais que quer que os anúncios sejam enviados e também definir estratégia por meio de público alvo.
#PP2. Um dos questionamentos do relatório é como a SECOM, usando dinheiro público, permitiu que sua propaganda fosse veiculado em dezenas de canais infantis ou de jogos de azar ou mesmo de conteúdo sexual.
#PP3. A CPI pediu informações referentes a janeiro e novembro de 2019. Mas a SECOM levou cinco meses para entregar os dados.
Entregou somente porque a Controladoria Geral da União obrigou e mesmo assim só mostrou dados referentes a junho do ano passado e início do mês de julho.