#éNoiteNaCidade. Organização fundada pelo Google diz que o óleo não é do navio grego.

É a vergonha nossa de cada dia mesmo, darling. Os cientistas questionando o governo. E mais: suruba gay, patos da Fiesp nas mãos da China e os negros são maioria nas universidades, mas ganham muito menos. Vem comigo neste éNoite.


Foi aquele teatro grego. A Polícia Federal fez operação. A Marinha divulgou com pompa e circustância. O presidente ainda fez alarde: “o pior está por vir”. O Antagonista divulgou matéria mostrando conexões de Lula com a Venezuela e os gregos. Tudo para dizer que o suspeito de derramar as toneladas e toneladas de óleo na costa nordestina era um navio grego que pegou óleo na Venezuela e estava indo para a costa africana.

Já naquela semana, teve um cientista da Universidade de Alagoas que levantou a mão e disse: não foi, não. Mas se o cientistas brasileiros pareciam estar sozinhos, meio sem voz, não estão mais.

Uma organização fundada pelo Google e outros bilionários e empresas bilionárias que monitora por satélite ameaças aos recursos naturais do planeta, chamada SkyTruth, disse ao repórter André Borges, do Estadão, que o vazamento não é do navio grego. Uau!!!!

O cientista da SkyTruth diz que não entende porque as autoridades brasileiras botaram a culpa nos gregos porque pelas análises feitas pela organização, que tem tecnologia de ponta e está investigando as fotos de satélite para descobrir o ocorrido na costa brasileira, o Bouboulina, o tal do navio grego, transmitiu normalmente durante toda a rota sobre sua posição sem mostrar qualquer problema.

E mais: O presidente da SkyTruth, John Amos, questiona as imagens de satélite apresentadas pelas autoridades brasileiras como sendo de uma grande mancha de óleo. Para ele, pelos padrões de cor do oceano a indicação é de concentração de clorofila na água. Aff Tixa. Socorro!!!

Socorro mesmo. Mas a SkyTruth também não sabe o que aconteceu.

#VENEZUELA. Como sabemos desde o começo, Bolsonaro quis botar a culpa na Venezuela com quem o Brasil está encrecando abertamente por conta das tretas com Nicolas Maduro e o comunismo. O Brasil até já reconheceu como presidente o autoproclamado Juan Guaidó. Aliás, seus aliados invadiram hoje a embaixada da Venzuela em Brasília e foi aquela quiproquó. Na verdade, dizem os aliados de Guaidó que os funcionários deixaram eles entrarem.

#BRICS. Mas foi um bafafá porque está acontecendo em Brasília justamente a partir de hoje o encontro dos chefes de estado dos BRICS, Brasil, Rússia, Índia, China e Africa do Sul. E quem é o amigo número 1 do Maduro??? Sim, ele, Vladmir Putin.

Dos Brics hoje podemos dizer que Paulo Guedes, o ministro da economia, anunciou uma negociação para o livre comércio entre Brasil e China. Os industriais entraram em pânicos. A depender das negociações, a indústria brasileira simplesmente pode desaparecer. Haja pato, hein Fiesp?

#BOLÍVIA. E já que falamos em autoproclamados. O Brasil reconheceu como “presidente constitucional” a também autoproclamada presidente, Jeanine Anez, na Bolívia. Quer reconhece-la como presciente, ok, mas não pode dizer que é constitucional. O Senado boliviano não deu ainda o reconhecimento, tanto que ela teve que se autoproclamar. É muito golpe num país só.

#SURUBAGAY. E por falar em golpe, o príncipe Luiz Philippe Orleans e Bragança disse que foi passado para trás por Bebianno durante as eleições que teria apresentado um dossiê falso em que ele aparecia em fotos numa suruba gay e por isso Bolsonaro o teria deixado de lado na chapa para ser vice. Gente, até isso.

#NEGROS. Mas para finalizar temos aqui uma boa notícia. Meia vai. Já vai entender. Hoje o IBGE divulgou que pela primeira vez os negros e pardos são maioria nas universidades públicas brasileiras. Agora falta pouco para para representar o mesmo porcentual da representatividade deles na população. É meia boa notícia, porque outro dado segue alarmante: os brancos formados em faculdades ganham 45% mais do que os negros com a mesma formação. Na média geral, os brancos ganham quase 74% mais do que a média salarial dos negros. A desigualdade nossa de cada dia. E VIVA LA VIDA LOCA.

#PP (para os perdidos). Quer ler mais sobre as fotos do príncipe, clique aqui.

Na foto, Bolsonaro e os outros chefes de estado do Brics.

#éNoiteNaCidade. Em briga de marido e mulher, melhor não botar a colher

A imagem pode conter: texto

Mas que podem querer pegar o Dudu, podem.


Um novo partido, o povo achando que acabou o IPVA mas acabou o DPVAT e a Bolívia e o Chile pegando fogo. Vem pro éNoite.
___________________________________

#ALIANÇA. Depois que Carluxo, o 02, saiu das redes, Dudu, o 03, resolveu viver a vida loca nas mídias sociais. Nesta noite, soltou vários posts fazendo campanha para o novo partido do seu pai: Aliança pelo Brasil. Sim, Bolsonaro, o pai, anunciou que vai sair do PSL e fundar um novo partido.

Eu diria que Dudu quer causar com um partido que é só uma ideia. Nem existe, minha gente. Se o PSL resolve que vai incomodar a vida do presidente, e segundo fontes é o que vão fazer, é só abrir um processo de expulsão de Dudu por infidelidade partidária. Ele corre o risco até de perder o mandato.

E por que isso seria possível, Tixa? Porque o Código de Ética do PSL, a quem pertence o mandato de Dudu, deixa claro que não se pode fazer campanha contra os interesses do partido sob pena de expulsão.

A perda de mandato é mais complicada, porque depende da justiça eleitoral. A jurisprudência, segundo um advogado consultado pela Lagartixa, tem sido no sentido de manter os mandatos mesmo após a expulsão, apesar de haver a previsão legal da perda do mandato. Já advogados próximos do partido têm certeza que eles podem perder o mandato.

Mas vocês sabem como é, né? Jurisprudência está aí para ser mudada ao sabor dos ventos políticos. O Supremo não me deixa mentir.

Se depender do ódio sendo destilado por Joice Hasselmann, a ex-líder do governo e tretada até a alma com os filhos do Bolsonaro, é certo que o partido vai botar para quebrar e pedir o mandato de volta de todo mundo que está na fotinho com Bolsonaro.

Algumas fontes dizem que a estratégia de Bolsonaro é amealhar dezenas de deputados, federais e estaduais, digamos uns 100, para que todos saim ao mesmo tempo, e assim ficaria difícil para a Justiça cassar tanta gente. Eu não sei se esse povo entende bem o que está fazendo.

#DPVAT. É tudo tão bizarro! Quer ver? Vamos falar do DPVAT. Nossa, mais comemoração nas redes bolsonarianas. Será que eles sabem que é um seguro que custa uns 16 reais? Eu não sei não, darling, mas como disse um leitor está mais parecendo que esse povo acha que Bolsonaro está acabando com o IPVA, este sim um imposto que pega o bolso. Vai ser aquela decepção no ano que vem.

E sem contar que o DPVAT traz um benefício palpável quando acontece algum acidente, em especial para aqueles que ficam feridos. Não é uma cobertura que se despreze, não. Pois bem, Bolsonaro vai acabar com esse seguro obrigatório. E tem uma outra questão sobre o fim do DPVAT: ele é uma fonte de renda para ajudar a manter o SUS. Cerca de 2 bi por ano saem do DPVAT e vai para o sistema único de saúde. Para um governo que reclama tanto que não tem dinheiro para nada….

#ORÇAMENTO. Hoje, aliás, até anunciou que vai liberar os 14 bi que estavam bloqueados no orçamento. Vamos ver se as pastas que vão receber estes recursos conseguem gastar o dinheiro em dois meses porque a hora que vira o ano, é novo orçamento.

E o dia teve mais. MEUDEUS, TIXA!!!

#DIRETO da BOLÍVIA: Evo Morales foi para o México depois de o Exército ter “sugerido” que ele renunciasse (é golpe que chama?). Aliás, Reinaldo Azevedo faz um bom resumo sobre o ocorrido. Morales aplicou um golpe civil ao tentar a quarta reeleição, mesmo depois de o povo ter dito em plebiscito que não queria isso, e depois o Exército foi lá e fez o golpe militar. Ou seja, é só escolher no cardápio o tipo de golpe.

O país tem agora uma presidente auto-proclamada, Jeanine Anez, porque o Senado não referendou sequer a renúncia de Evo Morales, quem dirá o nome dela (que pela Constituição do país é de fato a sucessora, mas só depois de o Congresso referendar o pedido de renúncia de Morales). E o Brasil reconheceu Anez como presidente. Claro. O que mais o Brasil faria?

O senado boliviano é pró Evo Morales e muitos senadores alegam que não conseguem chegar a La Paz por conta dos protestos. Treta minha gente.

#CHILE. E nós que já comecemos a olhar de novo para o Chile, que por lá a situação anda bem insustentável. Já estão no dia 26 de protestos e hoje teve greve geral. Pinera, o presidente, quer fazer um pacto, uma nova Constituição e tudo, mas nada. Se na Bolívia caiu um governo de esquerda, no Chile querem derrubar o governo de direita. E VIVA LA VIDA LOCA.

#PP (para os perdidos). A grande briga de Bolsonaro com o PSL é que ele quer levar os deputados e também o fundo partidário. O partido vai receber uns 750 milhões até 2022 por conta da quantidade de deputados eleitos no ano passado, por conta da onda Bolsonaro.
#PP1. Presidente e senador não perdem mandato se saem do partido. Isso só vale para deputados.
Pós Post: Por um corte indevido no texto, acabamos excluindo a parte que conta que o fim do DPVAT afeta uma empresa de Luciano Bivar, que é presidente do PSL e neste momento inimigo de Bolsonaro. A empresa de Bivar, a Excelsior tem 1% do consórcio que libera o fundo do DPVAT. Ele liberou uns 168 milhões e ganha um pequeno percentual sobre isso.

éNoiteNaCidade. Desempregado vai financiar programa de emprego.

A imagem pode conter: texto

O cara fica desempregado e aí o que descobre? Que parte do seu seguro desemprego vai ser retido para financiar o programa do governo que dá incentivos para as empresas contratarem jovens entre 18 e 29 anos que vão ganhar até 1.500 reais.

Não Tixa! Não! Pare. Ai meus olhos!!! Não é possível. Eu também achei que não era, darling, mas é isso mesmo. O desempregado é que vai financiar o programa de empregos do governo. E VIVA LA VIDA LOCA, antecipadamente.

É assim: o governo queria lançar um programa para incentivar as empresas contratarem essa galera que não consegue o primeiro emprego porque não tem experiência e está tudo aí desempregada. Nossa, muito legal, né? Sim, mas o governo não tem dinheiro. Então se ele dá incentivo para as empresas precisa tirar o dinheiro noutro lugar para fechar o orçamento. Aí pensou, pensou, pensou de onde podia tirar esse dinheiro e teve a brilhante ideia: do desempregado. Claro, nada mais lógico!!! Aff.

Então a partir da vigência do programa quem for demitido e tiver direito a seguro desemprego terá agora que pagar uma taxa de 7,5% do que receberia, a título de INSS. Eles inventaram esta do INSS.

Mas na medida em que o governo explica o plano, vamos descobrindo otrascositasmas. Uma delas é que o programa para as empresas contratarem os jovens acaba em 2024, já a taxa de quem recebe o seguro desemprego não tem data para acabar. Uau!!!

É verdade que o programa proíbe que as empresas demitam funcionários que já estão na casa para contratar outros com esse incentivo. Mas quem garante, né? Para as empresas é fácil, fácil burlar esta regra. Então aquele cara que foi demitido, aquele que mencionei lá no começo, o zé mané que passou a pagar taxa sobre o seguro desemprego, este cara, se for bem azarado, ainda vai descobrir que um jovem está sendo contratado no seu lugar por causa do programa. Tixa, que desgraceira na vida da pessoa.

E se for mais azarado ainda ele terá mais de 55 anos. O governo tinha ideia, inicialmente, de lançar um programa amplo que também contemplasse as pessoas acima de 55 anos. Mas na última hora, por falta de dinheiro, eles foram tirados do programa.

#BOLÍVIA. E o que dizer da Bolívia? Lá estava tudo certinho. Pleno emprego, economia crescendo vigorosamente, pobreza sendo reduzida, desigualdade diminuindo e daí de repente virou um campo de batalha. Mas o presidente Evo Morales deu meio que um golpe ao se candidatar pela quarta vez a presidente, mesmo depois de o povo ter votado contra ele fazer isto em um plebiscito. Ele fez o drible alegando direitos humanos na Suprema Corte e se candidatou.

As eleições aconteceram, ele ganhou no primeiro turno, mas os indícios de fraude na contabilização dos votos foram fortíssimos. Culminou em um golpe da extrema direita, com apoio das forças armadas. Entregaram a Bolívia a Jesus Cristo, e seja o que Deus quiser. Foi a Jesus mesmo, tem uma galera evangélica envolvida na deposição de Morales.

A repórter Sylvia Colombo da Folha relata que os apoiadores de Morales estão gritando “é guerra civil, é guerra civil”. Morales pediu asilo político no México porque podia ser preso e pede em suas redes que seus apoiadores não entrem em conflito armado contra os próprios bolivianos. A oposição diz que Morales é que armou o circo. Mas a violência começou com os oposicionistas, vale lembrar, há três semanas. Enfim, qual a chance de dar certo qualquer nova eleição por lá? A ideia é de que um novo pleito ocorra em janeiro.

#ADÉLIOBISPO. Enquanto isso, no Brasil, parece que Bolsonaro quer dar uma de Evo Morales e fazer voltar o voto impresso. Em entrevista ao Antagonista, chegou a dizer que sabe que houve fraude na eleição em que foi eleito. Ué, então por que não fazemos novas eleições? Tixa, sua ferina!!!! Ai darling, não resisto.

Na mesma entrevista, Bolsonaro fez muitas revelações como por exemplo que a investigação do caso Adélio está levando para uma linha de alguém próximo a ele. Oi???? Mas não era culpa do PSOL? Outros trechos da entrevista podem ser vistos no post anterior. Chega né? Já até disse VIVA LA VIDA LOCA antes da hora hoje.

#PP (para os perdidos). Adélio Bispo deu uma facada em Bolsonaro durante a campanha passada. Ele em algum momento do passado foi filiado ao PSOL e The Bolsonaros criaram uma narrativa fazendo colar na esquerda a possibilidade do mando do atentado. E agora vem Bolsonaro e diz que foi alguém próximo a ele?

#éNoiteNaCidade. Tuítes Silenciosos.

A imagem pode conter: 3 pessoas, texto e close-up

ATUALIZADO SaB, 10h. Este post ficou velho rapidamente. Bolsonaro postou o seguinte nesta manhã de sábado em suas redes:

“Amantes da liberdade e do bem, somos a maioria. Não podemos cometer erros. Sem um norte e um comando, mesmo a melhor tropa, se torna num bando que atira para todos os lados, inclusive nos amigos. Não dê munição ao canalha, que momentaneamente está livre, mas carregado de culpa.”


Bolsonaro não fez nenhum comentário sobre a decisão do STF e a saída de Lula da prisão. Nenhum tuíte, nem um alô, nada. Ainda proibiu seus ministros de falar no assunto, em especial seu assessor de assuntos internacionais, Felipe G. Martins. E mais de um jornal registrou que entre sua equipe ele disse que tinha que respeitar a saída de Lula. Oi???

Mas ficou caladinho, pero no mucho, já que resolveu fazer mil elogios a Sergio Moro e disse que parte da eleição dele se deve ao juiz Moro. E Moro? Moro pediu respeito ao STF. Hmmmm. Sei.

Não custa lembrar que antes do Supremo decidir a questão da prisão em segunda instancia, os ministros supremos Alexandre de Moraes, Gilmar Mendes e Dias Toffoli estiveram com Bolsonaro. Foram pedir benção? Quem sabe? O fato é que naquela mesma semana Bolsonaro desautorizou um post de Carluxo em sua própria conta dizendo que apoiava a prisão em segunda instância.

Já Dudu e Carluxo não se aguentaram e atacaram Lula em suas redes. Assim como Lula não se aguentou e já atacou Bolsonaro em seu primeiro discurso. Já Flavinho que outro dia foi beneficiado com decisão de Dias Toffoli que interrompeu a investigação do caso Queiróz ficou quietinho.

Enquanto isso, a decisão do STF segue fazendo efeitos e a Justiça já mandou soltar José Dirceu e Eduardo Azeredo, entre outros.

Nas redes, as fake news não param. A mais nova é de que Nardoni foi beneficiado pela decisão Suprema, o que não é verdade. A decisão de ontem não vale para quem cometeu crimes contra a vida. Nardoni já estava de saída da prisão por um habeas corpus dado pelo STJ e que não tinha nada a ver com a história da prisão em segunda instancia.

Outra informação falsa espalhada é de que o STF mudou a lei para beneficiar Lula. E isto não é verdade. A lei diz que a pessoa tem o direito de recorrer em liberdade até o último recurso antes de ser presa. Salvo em casos previstos em lei em que o juiz pode decretar a prisão preventiva. O que o STF decidiu foi que esta lei vale. E abriu margem para que o Congresso mude se quiser.

Ai Tixa, mas acho injusto que agora bandidos vão ser soltos. Darling, se a lei deixa claro que só sai depois de transito em julgado o que tem que mudar é a celeridade da Justiça, né não? Certeza que o problema é a lei? E VIVA LA VIDA LOCA.

#éNoiteNaCidade. Tudo o que Bolsonaro precisa é um Lula Livre.

A imagem pode conter: 1 pessoa, terno

Sei que a frase do título pode não fazer sentido, mas vem comigo que o éNoite está com notícia fresquinha.

Não entendeu nada do que aconteceu hoje no Supremo? Eu te conto. Os ministros decidiram que se a pessoa não foi julgada até o fim, até o último recurso, ela não pode ser presa. Mas vale para qualquer um, Tixa? Não, não vale para aqueles que mataram alguém. Ou para aqueles que estão com prisão preventiva decretada, que é aquela em que o juiz entende que o sujeito solto pode causar algum prejuízo.

Então quem poderá ser solto, Tixa? Lula poderá ser solto e o Eduardo Cunha não poderá ser solto. Lula pode ser solto porque está preso por conta de ter sido condenado em segunda instância e Cunha não pode porque está preso preventivamente. Aliás, o ministro Dias Toffoli lembrou que 300 mil pessoas hoje estão presas preventivamente porque cometeram crimes graves e estas não serão soltas. Sacou a diferença?

Mas Lula só será solto se a defesa do ex-presidente, por exemplo, bater na porta do juiz e pedir sua soltura. Porque a decisão do Supremo de hoje não é imediata. Abram as prisões. Não é assim. Cada um dos 4.900 presos, segundo dados do Conselho da Justiça, que podem ser beneficiados pela decisão Suprema precisa dizer: ô juiz estou aqui preso sem motivo porque o STF já decidiu que eu posso recorrer em liberdade. Na prática, os ministros do Supremo apenas deram a linha para que a partir de agora juízes e desembargadores decidam.

E tem outra questão, sempre pode haver uma nova decisão de prisão preventiva contra Lula por exemplo.

Durante o julgamento, o presidente Dias Toffoli fez ainda uma provocação ao Congresso. Ele disse com todas as letras que o Congresso pode mudar o que está na lei. Porque a lei é expressa e diz que só pode prender após trânsito em julgado. E o Congresso tem poder para mudar o texto da lei.

Mas por que Lula está preso então, Tixa, se a lei diz claramente que ele não deveria estar preso? Porque o Supremo vai e volta nas suas decisões. E quando Lula alegou que não deveria ficar preso, antes das eleições, porque só tinha sido condenado em segunda instância fez isto em um habeas corpus.

A ministra Rosa Weber, que era o voto decisivo para liberar Lula, apesar de ser a favor do fim da prisão em segunda instancia entendeu naquele momento que não podia tomar este tipo de decisão num habeas corpus, apenas numa ação como a que terminou sendo julgada hoje. Tecnicalidade. E aí, a então presidente do Supremo, ministra Carmem Lúcia, não pautou o julgamento em uma dessas ações que Rosa Weber queria antes das eleições. Aliás, deixou para o novo presidente da corte, Dias Toffoli.

Treta, né? E depois dizem que não tem tribunal político, né não?
Vale destacar que na tentativa de não ficar colado com a imagem que soltou Lula, Toffoli lembrou que a própria Força Tarefa de Curitiba já pediu que Lula termine a pena fora da prisão. Em outras palavras, o que Toffoli disse é que nem adianta a gritaria dos bolsominions porque Lula já seria solto de qualquer forma.

E o que vai significar a soltura de Lula? Darling, se você acha que Bolsonaro por exemplo está derrotado com isso, está redondamente enganado. Bolsonaro deve estar soltando fogos. Mas como assim, Tixa?

Bolsonaro precisa de inimigos e Lula na prisão estava longe de ser um inimigo que ele pudesse abater. Politicamente, um Lula livre pode ser bom para a oposição mas também pode ser bom para unir novamente a base bolsonarista que andou dispersa ultimamente com tantas atitudes de Bolsonaro que contrariaram as expectativas de seus eleitores. Para que melhor que um #LulaLivre para unir de novo esse pessoal que votou em Bolsonaro porque tem verdadeiro ódio a Lula? E VIVA LA VIDA LOCA.
Foto: Marcelo Chello
Fotografado: Dias Toffoli

#éNoiteNaCidade. Bolsonaro e seus tuítes e suas lives e sua vida na internet.

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

#fakenews. Nem tinha amanhecido direito, porque afinal não tem mais horário de Verão, e Bolsonaro anunciou: MWM, Honda e L’oreal fecharam fábricas na Argentina e abriram no Brasil porque não confiam mais nos los hermanos. Nooosssa!!!! Anúncio do dia. O presidente anunciando novas fábricas no Brasil. Já todo mundo ficou imaginando que os donos destas fábricas tinham ligado para o presidente, dado as boas novas. Só que não. Uma hora depois o presidente apagou o post. As empresas desmentiram.

Babado, darling. Pensa. Daí descobriu-se que o presidente leu umas matérias, provavelmente em algum site duvidoso ou então matéria antiga, e foi lá e postou. É que agora ele não assina mais a Folha, darling. (Não pude perder a piada). Presidente postando fake news. A imprensa argentina se deliciou. Tixa, mas a MWM fechou mesmo. Fechou uma divisão específica e há um mês, ou seja, antes da vitória de Alberto Fernandez, o inimigo de Bolsonaro.

#Repúdio. Por falar nisso, Dudu aproveitou que manda lá na Comissão de Relações Exteriores da Câmara e conseguiu aprovar o envio de uma cartinha de repúdio a Fernandez porque ele fez Lula livre. Ou seja, The Bolsonaros continuam brigando com los hermanos.

#Porteiro. No caso Marielle, a grande novidade é que a Polícia Federal mostrou que obedece o chefe. Bolsonaro mandou investigar o porteiro e a PF começou a investigar o tal depoimento do porteiro do condomínio de Bolsonaro. Aquele que disse que um dos supostos assassinos, o tal de Elcio Queiroz, foi lá no dia do assassinato para ir até a casa do presidente, que na época era deputado.

Bolsonaro botou a culpa no #Witzel, disse que a polícia do Rio fez um depoimento falso e mandou o porteiro assinar sem ler. Só para fazer de conta que está tudo dentro da ordem, na verdade, Bolsonaro pediu para Moro, que pediu para o Procurador Geral que pediu para a PF e o caso virou uma investigação federal.

#OleoNoNordeste. A PF também investiga o caso do vazamento de óleo na costa do Nordeste e tem pesquisador da Universidade de Alagoas que está dizendo que não é o navio grego não. Imagens de satélite mostram que o vazamento começou dois dias antes do navio grego passar pela costa brasileira e mostram ainda que estavam dois navios próximos ao local, um grande e um pequeno e o pequeno era o que estava próximo da mancha. A Marinha tinha feito questão de frisar que a suspeita sobre o navio grego era a única que tinham. E agora?

#Presal. E por falar em óleo, é tanta desgraça que deve ser por isso que os investidores gringos ficaram meio ressabiados e caíram fora do mega ultra super leilão do pré-sal. Basicamente só a Petrobras fez compras hoje. E uma mega compra. A estatal sozinha tem que pagar 62 bi dos quase 70 bi arrecadados no leilão. O resto ficou com duas empresas chinesas.

#demente. É Amazônia que queima, é óleo que vaza, é o presidente xingando todo mundo. Não custa lembrar que o Financial Times, o jornal mais lido pelos investidores no mundo todo, disse que Bolsonaro tem problemas mentais. Disse isso, Tixa? Disse, darling. Por conta da live do porteiro, quando o presidente teve um chilique ao vivo no Facebook na madrugada das arábias e disparou os patifes e canalhas pelas redes. Quem não acha que este tipo de atitude afasta investidor está na hora de repensar a vida pública.

#block. E a última, só para fechar, é que o procurador geral, Augusto Aras, o mesmo que mandou investigar o porteiro, se manifestou em um processo no Supremo dizendo que o presidente pode bloquear quem ele quiser no Twitter porque apesar de falar de coisas públicas, a conta é pessoal. Aras devia recomendar a seu chefe que fechasse a conta, né não? Ia ajudar a evitar um monte de incidentes diplomáticos.
E VIVA LA VIDA LOCA.

#PP (para os perdidos). Alberto Fernandez ganhou as eleições para presidente da Argentina contra Maurício Macri, que era aliado de Bolsonaro. Fernandez é aliado de Cristina Kirchner e amigo de Lula. Bolsonaro não quis nem cumprimentar o novo presidente pela vitória e achou um desaforo que ele tenha postado mensagem de feliz aniversário para Lula fazendo o gesto de Lula Livre.

#éNoiteNaCidade. Pacotão do Posto Ipiranga.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas no palco e texto

E pacotão de economia, sem textão, não é pacotão, né? Então vem comigo para ler sobre as mega mudanças constitucionais que o ministro Guedes está propondo para cortar gastos e mais gastos. Segura a carteira.
_______________________________________________

Economia não é uma coisa fácil e é por isso mesmo que é ela que move os governos. Se vai mal, como a história mostra, é muito fácil rolar até impeachment do presidente. Já foram dois. Mas se vai bem, também garante reeleições. Porque se o cidadão está feliz com emprego e dinheiro no bolso, não tem política que o aborreça.

Tixa, e como está Bolsonaro neste quesito? Não é muito fácil responder, darling. Alguns economistas já veem sinais, mesmo que fracos, de que está retomando, mas pelo lado do setor privado. É quase como um movimento cíclico que meio que se restabelece sozinho se ninguém atrapalhar demais. Mas são só sinais leves, por enquanto. Se vão se firmar, já é outra história.

Da parte do governo, o que está sendo feito é uma reforma atrás da outra. Primeiro foi a da previdência. Imediatamente o mercado reagiu bem. Ah este mercado, Tixa! O que é? É a bolsa de valores e o mercado de câmbio, basicamente, darling. Ações e dólar. Os dois são movidos por grandes investidores, algumas grandes empresas e bancos que antecipam tendências. Mas é um mercado que não está nem aí para o lado social.

Para o mercado importava a previdência, por exemplo. A bolsa subiu e o dólar caiu nos dias em que as aprovações andaram no Congresso. Mas no longo prazo, na nossa vida real, os efeitos podem não ser o de bem estar social.

A nova previdência aprovada tem um problema: ela não garante uma renda mínima para o cidadão que se aposenta, nem tampouco incentiva empresas a contratar pessoal que chega aos 60. No Chile, só agora depois de tantos anos eles estão vendo que não ter renda mínima é um problema.

E hoje o ministro Guedes apresentou um pacotão de reformas a la Chile. Acho que o mercado não sabe o que achou porque ficou meio parado, olhando. Guedes já foi professor no Chile, no governo do ditador Pinochet. Tem fixação com o modelo. Mas não está pegando fogo por lá, Tixa? Está e não é pouco. Fica por aqui que te conto mais na frente.

O pacotão de emendas constitucionais ( sim, vai mudar a Constituição) altera a forma de contratação de servidor público, vai privatizar o que puder (a começar pela Eletrobras), vai entregar o dinheiro para estados e municípios fazer o que bem entenderem em termos de orçamento para educação e saúde.

Vai também tirar o gesso do orçamento do governo e prevê até atos de sacrifício de servidores, que poderão ter promoções suspensas ou salários reduzidos em tempos de crise. Mas não de juízes, procuradores e diplomatas, claro. Porque privilégio é para quem tem.

O ministro fala até em reduzir o número de municípios e fazer uma espécie de fusão com aqueles menores de 5 mil habitantes. Treta monstra! E falou também que servidor não pode ser militante político, ou seja, filiado a partidos. Firula sem importância esta, darling, perto de tudo o que está sendo feito.

Tixa, mas o pacotão é bom? Tem uma economista muito respeitada chamada Monica de Bolle, que foi uma grande crítica da política econômica da Dilma, que disse hoje à revista Exame que Guedes quer reduzir demais o Estado a só prestar serviços básicos e sequer está ouvindo a população.

Anote esta frase dela:

“Não se atenua a pobreza e a desigualdade sem um estado atuante. É preciso ter redes de proteção social fortes. O Chile passa por uma convulsão pela ausência de bem estar social a despeito de todas as reformas. Estive recentemente com um embaixador chileno que reconheceu a falha do país em não ter gasto para ter uma rede de bem estar social.”

Então darling, o que dizer de propostas econômicas feitas por um ministro que disse que o pobre tem que aprender a poupar, ou seja, não sabe como vive metade da população brasileira? Guedes pode até acertar, mas parece meio no chute, né?

Mas também não vamos nos enganar porque a exemplo da previdência quem está responsável pelo que será ou não aprovado é o Congresso Nacional. Tenho que dizer que talvez Bolsonaro esteja dando é uma de esperto e lá na frente, se tudo degringolar, ele diga: mas não fui eu, eles mudaram tudo. Ou então: foi o posto Ipiranga, eu nem entendo de economia. E VIVA LA VIDA LOCA.

PP (para os perdidos). No Chile, depois de anos de crescimento econômico explodiu uma crise social sem precedentes, com protestos gigantescos, a ponto de o presidente Sebastian Pinera, que é de direita, propor uma mudança constitucional para dar mais bem estar à população.
Foto: Marcelo Chello
Fotografado: Paulo Guedes.

#éNoiteNaCidade. Nada é o que parece ser.

A imagem pode conter: texto

O porteiro não era o porteiro, a Globo não era a Globo, o Trump não era o Trump, a catástrofe do óleo não era catástrofe e o Pantanal perdeu um Rio de Janeiro. Para completar, o Aras sempre foi o Aras. E o Antagonista está dizendo que Lula é laranja dos gregos, ou vice-versa. Vem comigo que hoje está uma treta só.
_________________________________________________
TRUMP TRAÍRA
Vamos começar pelo amigo Trump? Trump, I love you, disse Bolsonaro. E o que faz o Trump? Bota a Argentina na frente do Brasil na lista para a entrada da OCDE (vá para os perdidos), liga para dar parabéns para o novo presidente argentino, inimigo de Bolsonaro, e agora mantém o embargo para a compra da carne brasileira.

Enquanto isso, o Brasil tirou o visto, aprovou o uso da base de Alcântara pelos americanos, abriu mão dos privilégios que tinha Organização Mundial do Comércio. Bolsonaro fez pessoalmente lobby para que mude a lei que permite a americana AT&T comprar a Warner no Brasil. Como é que diz? Parabéns aos envolvidos.

Mas o governo brasileiro ficou tiririca da vida com esta decisão dos Estados Unidos de manter o embargo à carne brasileira, já que Bolsonaro tinha feito o pedido pessoalmente a Trump. O veto para compra da carne foi feito junto com a Operação Carne Fraca, lembra? Em 2017. A Polícia Federal acusou os frigoríficos das piores práticas fitossanitárias da face da terra? Fito o que, Tixa? Regras higiene e controle de doenças animal mesmo, darling.

PORTEIRO FAKE
Do Trump para o porteiro. E o porteiro que não era o porteiro? Carluxo foi lá, pegou os arquivos (para evitar que alguém adulterasse provas, segundo Bolsonaro), mostrou no Twitter e…. E o porteiro que aparece liberando a entrada do suposto assassino para uma casa que não é a de Bolsonaro não é o porteiro que em depoimento disse que Elcio Queiroz queria ir à casa de Bolsonaro.

O porteiro do depoimento disse que chegou a ouvir a voz de seu Jair dizendo que sabia onde Elcio ia, mesmo indo para outra casa. Detalhe: a perícia do Ministério Público não checou se houve adulteração dos arquivos.

KAMEL? TE ENGANEI!
E o amigo Kamel? Ali Kamel, dirertozão de jornalismo da Globo, que em carta a seus jornalistas meio que sugeriu hoje que a Globo foi vítima de um plano armado. Uma fonte “absolutamente próxima à família Bolsonaro” que teria passado a informação de que o caso estava no STF e o advogado de Bolsonaro que teoricamente saberia da existência da gravação mostrada por Carluxo no dia seguinte, mas na entrevista para a Globo não falou nada.

Conta se estou errada? O Trump não é o Trump. O porteiro não é o porteiro e a Globo não é a Globo. Aff!!!.
_____________________________________

ÓLEO E OS LARANJAS DE LULA. Enquanto isso, o ministério da Defesa teve que desmentir Bolsonaro que disse ontem que uma catástrofe maior estava a caminho no caso do óleo do Nordeste. Mas o ministro disse que não dá para saber quanto óleo ainda tem vazado.

Hoje o ministério divulgou que os primeiros vazamentos foram no final de julho. E que a suspeita recai sobre um navio grego.

Enquanto isso, o Antagonista não para de fazer materinhas insinuando que o vazamento aconteceu duas semanas depois que um armador e um ex-consul grego foram denunciados na Lava Jato. Nenhuma das empresas tem a ver com a Delta Tankers, dona do navio que pode ter vazado o óleo. Mesmo assim, o Antagonista fez mais matérias contando que laranja de Lula fez acordos para venda de petróleo da Venezuela com armadores gregos.

Tixa, não estou entendendo? Darling, não se surpreenda se o governo disser que o vazamento foi criminoso feito por aliados de Lula. É isso que as matérias do Antagonista estão sinalizando.

PEGA FOGO NO PANTANAL.
Enquanto isso, o Pantanal queima. As queimadas cresceram 486% neste ano, comparado no ano passado. São as maiores queimadas desde 2007 e o Pantanal já queimou um Rio de Janeiro inteiro no seu território.

FÉRIAS DE 60 SÓ PARA TRABALHO CANSATIVO
E só para terminar a noite em clima de indignação, o governo está planejando uma mudança na forma de contratação de servidores e o procurador geral da República foi lá defender as férias de 60 dias por ano para procuradores. Nãaaaaaao Tixa!!!! Sério que tem gente que tem 60 dias de férias? Férias e licença premiada, darling. Segundo Aras, é um trabalho muito exaustivo. Nossa, cansei só de escrever sobre isso. Acho que preciso de férias de 90 dias e adicional de insalubridade. E VIVA LA VIDA LOCA.
____________________________
#PP (para os perdidos). OCDE é uma organização internacional que reúne só países ricos. O Brasil está louco para entrar neste clubinho e por isso abriu mão de uma posição na Organização Mundial do Comércio que lhe dava alguns privilégios como país emergente em comparação a países ricos.

#éNoiteNaCidade. A democracia é charmosa.

Foi a primeira coisa que ocorreu a Dudu Bolsonaro dizer ao Ratinho agora há pouco quando perguntado porque desistiu de ser embaixador. E…. E nada. Nem poderia vir nada porque os The Bolsonaros deram um show de anti-democracia nesta semana.

🍌Bolsonaro ameaçou tirar a concessão da Rede Globo por conta de uma reportagem sobre um porteiro que andou falando que o assassino de Marielle ia à casa de Bolsonaro.

🍌Pressionou Ministério Público exigindo que Moro exigisse investigação sobre o porteiro.

🍌Acusou o delegado da Polícia Civil do Rio de forjar documento do depoimento.

🍌Conclamou anunciantes a pararem de fazer anúncios na rede Globo e na Folha

🍌Dudu disse que contra uma possível radicalização da esquerda, tem que fazer um novo AI-5, que tirou direitos, fechou Congresso e tudo o mais. Depois Dudu corrigiu, dizendo que tinha que evitar o que aconteceu no Chile. E o que aconteceu no Chile, Tixa? O povo, veja bem, o povo, foi para as ruas protestar.

Mas Bolsonaro, o pai, fez mais:
🍌ameaçou servidores públicos e disse que tem alguns diretores de agências reguladores ou órgãos de fiscalização que ele não pode demitir, mas caso contrário ele cortaria as cabeças e arrematou: “Quem quer atrapalhar o progresso vai atrapalhar na ponta da praia, aqui não”

Não sabe o que é ponta da praia? É a gíria que os militares usavam para se referir a uma base da Marinha onde se matava presos políticos.

Isso tudo aí foi tudo nesta semana. E não é coisa de democracia. Sinto muito mesmo quem acredite que Bolsonaro está certo. Tem várias outras formas democráticas de lidar com as situações.

🍌Aliás, faltou mencionar que Bolsonaro já começou a semana dizendo que não iria cumprimentar o novo presidente da Argentina, eleito democraticamente.

O embaixador do governo Macri (candidato que Bolsonaro apoiou) chegou a enviar uma carta para o governo brasileiro criticando a forma como estão tratando o novo presidente.

Dudu Bolsonaro ridiculamente foi para as redes e publicou duas fotos, e alertou que não era um meme, com os dizeres: filho do presidente da Argentina/ o filho do presidente do Brasil.

O filho de Alberto Fernandez, o presidente da Argentina, quem olha assim pensa o quê? Que é uma drag queen, né? Não, ele faz cosplay, que é quando alguém se fantasia como performance. O do Brasil, quem olha assim pensa o quê? Certeza que é traficante ou chefe de milícia, né? Não, ele só tem o… quero dizer, só quer criar um movimento conservador

Dudu devia olhar mais como seu ídolo, Donald Trump, se comporta. Não Tixa!!! você não está dizendo isto. Estou sim, darling. Trump ligou hoje para o novo presidente argentino. Disse que espera conhecê-lo pessoalmente, sabe que ele fará um grande trabalho e que a vitória foi comentado em todo mundo. E terminou: “Não hesite em me telefonar”.

Rá!!!!. Não sei não, Bolsonaro (agora estou falando com o pai), mas talvez Trump esteja só mandando um recadinho aí do tipo: não gostei nada dessa trip aí pelos países árabes e a China. Tenho que dizer que Dudu tem razão: a democracia é um charme. E VIVA LA VIDA LOCA.

#éNoiteNaCidade. Perícia do porteiro de Bolsonaro não fez a perícia direito, militares revoltados e censura.

E nós aqui tendo que falar de AI-5.

Tixa do céu, o que foi essa história do Dudu querendo AI-5 hoje? Lamentável. Mas Darling, vem comigo que tem outras notícias muito lamentáveis hoje no #éNoite.

#Marielle. Por exemplo, você viu que a perícia feita pelo Ministério Público do Rio nas gravações do condomínio de Bolsonaro não avaliou se algum arquivo foi apagado ou renomeado antes de ser entregue as autoridades?

Como assim, Tixa? É darling, a Folha revelou que as promotoras de Justiça que investigam o caso, uma delas inclusive bolsonarista declaradíssima, não pediram que a perícia avaliasse se algum áudio foi apagado. Consegues crer?

E sabe que a perícia foi feita a toque de caixa para que o Ministério Público pudesse dizer que eram falsas as declarações do porteiro divulgada pelo Jornal Nacional ainda ontem?

Tixa, tô de cara!

#militares. Mas espera que tem mais. O UOL traz uma entrevista reveladora hoje com o sargento da reserva da Aeronáutica, Adão Farias, e que é diretor da Federação Nacional dos Militares Graduados Inativos das Forças Armadas, que diz que a reforma dos militares (que inclui revisão salarial) vai ferrar aquele pessoal de mais baixa patente e vai dar aumento só para os generais.

“Todas as associações tentaram chegar ao presidente e não conseguiram. O vice-presidente chegou a receber um grupo e depois passou para a assessoria. Tentamos negociar com o Ministério da Defesa, eles recusaram. Tentou-se negociar com o líder do partido do governo, Major Vitor Hugo, não tivemos sucesso. Fizemos esse esforço durante seis meses para que eles nos ouvissem para corrigir o projeto, mas ninguém nos recebeu”.

O Ministério da Defesa diz que não é nada disso e o salário dos praças também será reajustado.

Sabe quem está apoiando os militares, que eram a base eleitoral de Bolsonaro? PT e PSOL.

#AI5. E aí vem Dudu Bolsonaro falar de para conter a esquerda fazer um novo AI-5, decreto do governo militar que fechou o Congresso Nacional. Na boa, acho que ele tem ideia do que tenha sido de fato o AI-5. Mas o General Heleno, que é o braço direito de Bolsonaro sabe, e o general ao ser entrevistado pelo Estadão não refutou em nenhum momento a fala de Dudu. E chegou a dizer “tem que estudar como ser feito”. E disse que teria que passar por várias etapas para ser aprovado. Oi???? Eles querem um auto-golpe??? Só quero ver onde eles vão arrumar apoio das Forças Armadas com essa reforma dos militares.

Bolsonaro, o pai, para tentar remediar a lambança de Dudu deu uma entrevista ao vivo para o Datena, falou que não tem nada disso de AI-5, Datena reforçou como isso é anti-democrático e ai lá pelas tantas, talvez na tentativa de levantar a bola para que Bolsonaro mostrasse como é democrático, Datena pergunta sobre a relação do presidente com a imprensa e o que responde Bolsonaro?

#Folha. “Vou te dar uma notícia em primeira mão: mandei cancelar a assinatura da Folha”. Cortei o pedaço do vídeo da entrevista porque você precisa ver a cara do Datena. Ele olha para os lados, meio incrédulo. Aí ele meio que começa a rir, talvez por não acreditar no que diz Bolsonaro e pergunta: mas presidente, isso não é censura? Mas o presidente já escolheu o seu diário oficial: o Estadão. Ele diz que agora só dá entrevista para o Estadão. E VIVA LA VIDA LOCA!!!

#PP (para os perdidos). Jornal Nacional revelou que porteiro do condomínio de Bolsonaro informou que Elcio Queiroz, acusado de participar do assassinato de Marielle Franco, foi ao condomínio no dia do assassinato. Elcio teria dito que iria à casa de Bolsonaro e que ao perceber que Elcio foi para casa errada ligou novamente para casa de Bolsonaro e um homem que ele achou que fosse “seu Jair” informou que sabia onde Elcio ia.
#PP1. Bolsonaro estava em Brasília. A única gravação que aparece na perícia feita a pedido do Ministério Publico é a feita para Ronnie Lessa, vizinho de Bolsonaro, outro assassino de Marielle. Mas a perícia não analisou se algo foi apagado.