#éNoiteNaCidade. Se você mora no Vivendas, está tudo certo.

A imagem pode conter: 6 pessoas, texto

Eduardo Zimmer Sampaio é um sujeito de sorte. A começar que comanda a Casa da Moeda, sim, aquela que imprime dinheiro. Mas a sorte dele mesmo é que Bolsonaro é seletivo. Enquanto uns são queimados em praça pública só porque usam aviões da FAB, mesmo que dentro da lei, para fazer um rolezinho international, ele, Zimmer, morador do Vivendas da Barra, passa despercebido dos olhos de lince de Bolsonaro mesmo fazendo coisas como dar cargo para amigos que nem aparecem na firma.

Tixa do céu, que treta é essa? E vivendas da Barra? Já ouvi falar disso daí. Onde foi?
Darling, foi só para dar o gostinho… Vem comigo que eu vou te contar tudo sobre uns sete homens do presidente. Por ordem alfabética invertida:

#VICENTE SANTINI
Era secretário executivo da Casa Civil, amigo do 03, o Dudu, e foi sumariamente demitido do cargo depois que pegou um avião da FAB para ir a Davos e para a Índia. Não era ilegal porque ele estava como ministro interino no lugar de Onyx Lorenzoni que está de férias. Mas Bolsonaro achou que foi imoral. No Congresso, darling, o povo acha que a demissão pública foi um recado para o Onyx. Parece que o ministro andou prometendo aquele dinheiro de emendas para conseguir aprovar a reforma da previdência, mas não pagou. E daí que agora qualquer outra reforma ficará difícil.

#SANTOS CRUZ.
A Polícia Federal divulgou hoje a perícia das conversas de Zap em que Santos Cruz teria ofendido Bolsonaro e chegou a conclusão de que eram falsas. Mas as tais conversas foram o suficiente para Bolsonaro demitir o general lá em junho do ano passado. O general sempre achou que foi Carluxo, ou o gabinete do ódio, que não gostavam dele como ministro comandante da área de comunicação do governo.

#RENATO VIEIRA.
Foi demitido da presidência do INSS em meio às filas quilométricas de espera, que estão deixando a população sem assistência, sem aposentadoria, sem licença maternidade. Está faltando gente no INSS, mas a solução foi buscar militares da reserva.

#GUSTAVO MONTEZANO.
Este também é amigo dos filhos e foi alçado a presidente do BNDES depois que o antigo presidente, Joaquim Levy, foi fritado em praça pública porque não abriu a tal caixa preta. Pois bem, o tal Montezano não só não abriu caixa nenhuma como ainda uma consultoria milionária mostrou que não tem caixa preta. Mas veja, a tal consultoria só investigou empréstimos a empresas de Joesley Batista. A treta para Montezano é que ele teria feito um aditivo para pagar mais do que já tinha sido acertado. Bolsonaro disse que alguém quis raspar o tacho, mas falou que Montezano é um bom garoto.

#FABIO WAJNGARTEN
O Ministério Público resolveu investigar o secretário de comunicação para saber se tem alguma corrupção ou qualquer crime acontecendo nos contratos com agências de publicidade e emissoras de TV. Fábio é dono de uma empresa que tem contratos com todas essas firmas. Mas no governo, é ele que assina a liberação de verbas para essas mesmas empresas.

#EDUARDO ZIMMER SAMPAIO.
Zimmer é presidente da Casa da Moeda, que fica no Rio. Mas a Folha revelou hoje que o cidadão andou contratando um advogado de empresas da sua família para prestar serviços de advocacia trabalhista mesmo morando em Porto Alegre. Tixa, vai ver é medo do coronavírus. Podia ser, não fosse o fato de que o arranjo já vem desde o ano passado e mais, Zimmer mudou o estatuto para permitir que a pessoa faça trabalho à distância mesmo sem nunca aparecer na firma. E se for solicitada a sua presença, segundo a nova regra, precisa avisar uma semana antes. Pode, Tixa???

Mas tem mais. Zimmer até merece outro parágrafo. Ele também contratou um amigo para a diretoria da Casa da Moeda, ganhando uns 40 contos. O conselho da entidade rejeitou o nome dizendo que o cara não estava preparado para a função. O que fez Zimmer? Demitiu todo o conselho. Tixa do Céu!!! E donde surgiu esse Zimmer? Ele é morador do Vivendas da Barra, darling, o famoso condomínio onde Jair Bolsonaro tem casa, onde Caluxo tem casa, onde morava o Ronaldo Lessa, acusado de matar Marielle, e onde tinha aquele porteiro fofoqueiro.

#ABRAHAM WEINTRAUB.
O performer em tempo integral e ministro nas horas vagas foi salvo pelo gongo hoje. Pelo STJ, na verdade, que derrubou a decisão que suspendeu a divulgação do resultado do Sisu. Este será o ministro balança mas não cai? Weint é amigo número 01 de Dudu, o 03.

#éNoiteNaCidade. Nova política: Ajudar o próximo, desde que seja bolsonarista.

A imagem pode conter: 8 pessoas, texto

#ENEM. O coveiro Abraham Weintraub, que também atende como ministro da Educação, está dando aula prática de como funciona a nova política do governo Bolsonaro: se você é apoiador de Bolsonaro, ele revisa sua prova do ENEM, se não é, ele te bloqueia nas redes.

A situação ficou tão absurda que a defensoria pública teve que bater na porta da Justiça para perguntar que que é isso que está acontecendo. Sabe por quê? Porque o MEC está respondendo pedidos informais de revisão de notas que estão sendo feitos pelas redes sociais e não responde aos pedidos daqueles que fizeram reclamação pelo canal criado pelo próprio MEC. Gente, Gente, gente!. Entendeu agora, darling, porque a Justiça suspendeu a divulgação do Sisu? Aff.

#PUBLICIDADE. Mas hoje estamos recheados de bons exemplos sobre como ajudar o próximo, desde que seja bolsonarista ou simpatizante. A Folha mostrou que as emissoras de TV que são boazinhas com Bolsonaro receberam mais recursos da propaganda da Reforma da Previdência depois que Wajngarten assumiu a secretaria de comunicação. Sim, darling, aquele que tem os contratinhos na sua empresa com as emissoras de TV. Os apresentadores queridinhos como Ratinho e Datena foram os maiores beneficiados.

E o que dizer da economista liberal, uma tal de McCloskey, que ia dar uma palestra para funcionários da Petrobras e em cima da hora a empresa cancelou a participação dela no evento. Tixa do céu, que que deu? Ela pegou o coronavírus? Não darling, ela deu uma entrevista no fim de semana dizendo que Bolsonaro não é liberal.

#DÓRIA. Mas para desviar o assunto, a estratégia de Weint e Dudu, o 03, nas redes, foi começar a falar do dinheirão que Dória está liberando para rádios e TVs paulistanas por meio de programas de financiamentos da agência DesenvolveSP. Algumas, inclusive, destas emissoras são as mesmas que têm recebido as verbas mais gordas de publicidade do governo federal. Mas claro que sobre isso Dudu e Weint não falaram. Resolveram atacar as rádios BandNews FM e Jovem Pan.

A Jovem Pan aliás, virou inimiga comunista número 1. E ainda por cima o Pânico levou Moro o programa de estreia da nova temporada, com o estúdio todo reformado e lindíssimo que youtubers de direita concluíram que devia ser já do dinheiro do Dória. Dinheiro do Dória ou não, Moro já disse que só falta tatuar na testa que ele é Bolsonaro 2022. Ah, tá bom!!!

#CORONAVÍRUS. E por último, mas não menos importante, vamos falar do coronavírus. Está meio treta isso daí, viu darling?

Hoje as empresas brasileiras perderam 33 bi em valor de mercado só por conta do medo do que esse vírus pode fazer na economia chinesa, por exemplo. Mais de 80 pessoas morreram, mais de 2 mil infectadas e a China já está tão alarmada que está construindo dois hospitais só para cuidar das pessoas com vírus. O país fez o maior fechamento de uma cidade já visto. As pessoas não podem sair, nem entrar.

No Brasil, a doença não chegou, não que se saiba ainda, mas este vírus tem uma característica cruel: fica incubado na pessoa por duas semanas. DUAS SEMANAS e a pessoa andando por aí sem saber que tem o vírus e espalhando a doença. Não falei que era treta? E VIVA LA VIDA LOKA.


#PP (para os perdidos). Cerca de 1,8 milhão de alunos se inscreveram no Sisu, que é o sistema que oferece as vagas nas universidades por meio da nota do Enem. O resultado sairia amanhã, mas até a publicação deste post, a Jutiça manteve a suspensão do resultado até que o MEC explique como reviu as provas do ENEM.
#PP1. Para quem não sabe, o MEC descobriu que algumas provas tiveram a correção errada. Abriu prazo para os alunos reclamarem, mas não respondeu a todos.
#PP2. Dória abriu um programa de financiamento de rádios e TVs a juros baixos, prazo de carência generoso, para modernizar essas empresas. Obviamente que um agrado nos donos da imprensa não faz mal a ninguém que quer ser presidente, né?

#éNoiteNaCidade. Atualizando lista de comunistas: Jair Bolsonaro.

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Só mais uma investida de Bolsonaro contra Moro para que os até outro dia apoiadores fervorosos o chamem de comunista. Tixa do céu, o que você está falando? Bebeu? Sim, darling, quero dizer, não, darling. Vamos juntos nesta resposta que o youtuber de direita Nando Moura deu para o General Heleno para entender o rolê?

Tixa, mas quem é esse Nando na fila do pão?. Vai para os PPs, darling.

Vamos ao tuíte de Nando, que, em resposta à conclamação do General Heleno para que todos confiem cegamente no líder máximo disse: nem a pau, juvenal?

Pela ordem do Nando, o que o Bolsonaro fez de errado:

#FUNDÃO – Bolsonaro sempre execrou o fundo eleitoral que usa dinheiro público para financiar campanha. Mas aprovou o dito fundo alegando que se não aprovasse sofreria impeachment. Mas aprovar antes de ser lei não teria tal implicação.

#JuizDeGarantia – Moro não queria de jeito nenhuma a aprovação do juiz de garantias e recomendou o veto. Bolsonaro foi lá e manteve o juiz de garantia. Foi então que Moro, pela primeira vez, resolveu ir para as redes criticar a decisão do chefe.

#Aras – Trata-se de Augusto Aras, procurador geral da República. Tido como petista e um anti-lava jato, foi escolhido por Bolsonaro a despeito de todas as críticas dos bolsonarianos tuiteiros.

#Bezerra – Fernando Bezerra, líder do governo no Senado, ligadíssimo a Renan Calheiros, considerado o que há de mais velho da política no Congresso. A tal velha política que Bolsonaro também execrava. Bezerra foi alvo de operação da polícia federal e mesmo assim Bolsonaro o manteve líder. A desculpa foi a reforma da previdência, mas suspeita-se que na época o motivo foi o presidente querer aprovar Dudu, o 03, para embaixador. Sim, darling, o Dudu já foi candidato a embaixador. Parece que foi em outra vida, né?

#Mendonça – é André Mendonça, advogado geral da União, terrivelmente evangélico e terrivelmente supremável, segundo Bolsonaro. Ou seja, super candidato a ministro do Supremo, derrubando assim as pretensões de Moro. Seu passado comunista na internet o condena. Já mostrou entusiasmo em possível eleição de Marina e enalteceu vitória de Lula.

#Gonzaga – é Admar Gonzaga, advogado eleitoral de Bolsonaro e está auxiliando na criação do partido Aliança pelo Brasil. Gonzaga já foi advogado de Dilma e FHC e como ministro do Tribunal Superior Eleitoral proibiu que a revista Veja fizesse publicidade da capa com Dilma e Lula dizendo que eles sabiam de tudo. A tal matéria dizia que eles sabiam do esquema da Lava Jato na Petrobrás e a revista circulou às vésperas da eleição. O material foi vazado por forças ocultas de Curitiba.

#Gomes – é Eduardo Gomes, senador, escolhido líder do governo no Congresso depois que Joice Hasselmann foi tirada do cargo. Escolhido de Bezerra, também é do MDB e como já dito, todos andam ao lado de Renan.

#Oliveira– é Jorge Oliveira, ministro da Secretaria Geral da Presidência e foi quem orientou Bolsonaro a sancionar o fundão. Também já foi cotado por Bolsonaro para ser indicado a uma vaga no Supremo. Viu como Moro vai ficando pra trás?

#Belmonte – é Luiz Belmonte, um advogado que enriqueceu com causas de precatórios em Rondônia, foi o terceiro maior doador da campanha de 2018 e é hoje o terceiro na hierarquia do partido de Bolsonaro, só atrás do próprio Bolsonaro e de Flavinho, o 01. Na sua ficha corrida: doações para políticos do PCdoB.

Viu, darling? Entendeu por que Bolsonaro está a um passo de se auto incluir na lista dos comunistas?
É como eu sempre digo: E VIVA LA VIDA LOKA.
______________________________

#PP (Para os perdidos). Nando Moura é um dos caras que ajudou a bombar Bolsonaro nas redes na época das eleições. Cabo eleitoral de carteirinha, com mais de 3 milhões de inscritos em seu canal de YouTube, o New York Times chegou a usá-lo como personagem de uma reportagem que contava como o YouTube tinha ajudado a eleger Bolsonaro com os algoritmos recomendando os vídeos de gente de direita. Mas ele deixou de apoiar Bolsonaro quando Flavinho começou a fazer campanha para enterrar a CPI da Lava Toga e Bolsonaro escolheu Aras para procurador geral.

#PP1. Bolsonaro vem dando uma fritada em Moro desde que disse em entrevista a Milton Neves que teria combinado com Moro, quando o convidou para o cargo de ministro da Justiça, que o indicaria a ser ministro do Supremo.
#PP2. Moro foi quem condenou Lula às pressas para não haver chance de o petista ser candidato, liberou delações antigas de Palocci às vésperas das eleições que prejudicavam Fernando Haddad e logo depois da eleição aceitou o cargo de ministro de Bolsonaro.
#PP3. Apontado como o único que bateria Bolsonaro em um segundo turno de eleições em 2022 (sim, no futuro, darling), Moro virou o bode na sala.
#PP4. Nesta quinta, Bolsonaro disse que estudaria dividir o ministério da Justiça em dois. Na quarta, teve reunião com todos os secretários de segurança pública dos estados e Moro, ministro de justiça e segurança pública, não foi convidado. Deve ter sido conflito de agenda.

PósPost: Na ala fiel a Bolsonaro quem já está na lista dos comunistas é Nando Moura e Moro é candidato.

#éNoiteNaCidade. Celebs perseguidas, Nazistas na mira, Amazônia dá insônia, Caixa Preta furada, Nudes…

Nenhuma descrição de foto disponível.

Vem com a Tixa que tá treta hoje!!!!


Tretas #NAZISTAS.
🙄Um homem foi preso em Santa Catarina na frente de sua casa por usar uma camiseta com a suástica nazista. Um homem foi denunciado em Minas porque resolveu sentar no meio de um bar com uma suástica nazista no braço. A Folha apagou o desenho do colunista Anderson França que desenhou uma suástica no braço de uma das cantoras Maiara e Maraísa (não tenho ideia de quem é quem).

Tretas #AMBIENTAIS.
🙄Guedes diz que o pobre é que desmata porque precisa comer. Investidores dizem para Guedes vir com outra e tratar de melhorar a questão ambiental. Bolsonaro lança meio que de repente um Conselho da Amazônia que vai ser cuidado pelo vice Mourão. O ministro Ricardo Salles fica de lado (aliás, tá sumido o Ricardo, né?).

Tretas da #CAIXAPRETA.
🙄BNDES gasta 48 milhões de reais com investigação interna para saber se houve irregularidade em empréstimos para empresas do Joesley e grupo Bertin e só, não acharam que deviam investigar outra coisa.
🙄O relatório ignora que o BNDES foi diluído na fusão do Bertin com JBS, conforme a Receita Federal já tinha sugerido.
🙄O relatório ignorou a caixa preta dos repasses bilionários de dinheiro subsidiado a bancos, que faziam o que bem entendiam do dinheiro.
🙄O ex-presidente do BNDES na gestão Temer diz que o valor da consultoria era 4 ou 5 vezes menor do que esse de 48 milhões.
🙄E Bolsonaro? Bolsonaro diz que a caixa preta, sua promessa de campanha, já foi aberta.

Tretas do #IRMÃO.
🙄Popularidade de Bolsonaro cresceu segundo pesquisa da Confederação Nacional dos Transportes. Seu desempenho que era aprovado por 41% agora é aprovado por 47%.
🙄Enquanto isso, seu irmão, anda intermediando a liberação de dinheiro do governo para cidades de São Paulo, segundo reportagem da Folha. Já foram uns 110 milhões, com direito a fotos, discurso, assinaturas e tudo o mais.

Tretas #GLOBAIS.
🙄A Receita Federal parece que começou uma perseguição aos globais e já intimou umas 30 celebs para questionar contratos pessoa jurídica que eles têm com a emissora. Por que não fizeram por CLT.
🙄Para quem não lembra, Bolsonaro não cansava de dizer durante a campanha que os jornalistas da Globo estavam sonegando imposto de renda ao fazer isso. O que é uma grande novidade, já que normalmente as pessoas preferem ser CLT. Quem não quer é a empresa.
🙄Já o advogado da Globo rebateu: tanto Temer quando agora o ministro Paulo Guedes estão incentivando empresas a ter contratação como PJ. Pergunta que não quer calar: o fisco vai bater na porta da Record, da Band e todo mundo?

Tretas do #ENEM
🙄O ator, cantor, gaitista, atirador, apresentador infantil, roteirista e eventualmente ministro da Educação, Abraham Weintraub, realmente cantou vitória antes do tempo quando disse que foi o ENEm mais super top da história.
🙄As provas de alguns candidatos foram corrigidas erradas.
🙄O ministro recorrigiu em tempo recorde, quase não deu tempo para alunos questionarem suas notas, e disse que tava tudo certo para que todos se inscrevessem para o Sisu (o sistema que liga os candidatos às universidades pelas notas do Enem).
🙄Mas Weint disse que 6 mil tiveram a nota alterada, só que 172 mil reclamaram. O Ministério Público recomendou que o MEC adie o Sisu. Já pensou se tem que fazer outro Enem?

Tretas #HACKEADAS
🙄O jornal Guardian revelou ontem que o celular de Jeff Bezos, o homem mais ricaço do planeta e dono da Amazon e do jornal Washington Post, foi hackeado em 2018 pelo príncipe saudita, aquele amigo de Bolsonaro. O príncipe é acusado de matar um jornalista do jornal de Bezos porque era crítico ao governo.
🙄E o que tinha no celular de Bezos? Nudes, claro. E com outra mulher que não a dele. Ele foi ameaçado e o que fez? Não negociou com terroristas. Bezos foi interpelado por um jornal tabloide com ameaças de que iriam expor os nudes e ele foi lá, separou da esposa, e expôs tudo o que tinha no seu celular antes de sair nos jornais. E VIVA LA VIDA LOKA.

#PP (para os perdidos). Foi tanta treta que fiquei perdida junto, darling.

#éNoiteNaCidade. Divinos Hackers.

A imagem pode conter: 2 pessoas, texto

E lá vamos nós de novo. Numa semana um nazista, na outra um Divino. Sim, vamos falar do Glenn, mas queria abrir com uma notícia mais importante: o Ministério Público de Minas denunciou 11 executivos da #Vale e 5 da #TUV SUD por homicídio doloso por conta das centenas de mortes com o estouro da barragem de Brumadinho. Um salve para Brumadinho.

Fique com isto guardado, que volto mais tarde nesta informação. Vamos para o Glenn:

A situação está assim: o presidente da Câmara disse que é um ataque à #liberdade de imprensa, ministro do #Supremo disse que a denúncia é problemática, a associação dos jornalistas condenou, a #Anistia Internacional condenou.

O circo estava armado já logo cedo quando o procurador Wellington Divino, ( aqui o Divino, darling), resolveu denunciar por cibercrimes o jornalista Glenn Greenwald, à revelia do STF que tinha proibido a investigação contra o jornalista.

#CuidaComOQueFala. A prova apresentada pelo Ministério Público é uma conversa entre Glenn e o hacker. Gente, todo mundo escuta todo mundo, aff!!! Sai daqui! Me erra. E o que diziam na conversa? Um papo entre jornalista e fonte. Como assim, Tixa? Mas o hacker é criminoso. Ah eh? E o procurador que vaza documentos contra lei também é. A Odebrecht também era e no entanto vivia entregando documentos por aí. Quando o repórter finge que não sabe, está tudo bem?

Darling, o conceito é o seguinte: o conteúdo é relevante e de interesse público? Lo siento. Vai para as manchetes. Foi o que aconteceu com a #VazaJato. Ah, mas agora os hackers vão ficar por aí, hackeando todo mundo, Tixa. Para isso que a gente tem a polícia, né? O papel da imprensa é outro.

#OAB inclusive se manifestou explicando que para haver um crime é preciso haver instigação ou colaboração efetiva para que o crime aconteça. E Glenn não fez nada disso, segundo a OAB, pelo que se pode apreender das conversaas. O Ministério Público diz que só o fato de Glenn saber que os crimes continuavam acontecendo já era motivo. E ainda, segundo Divino, o procurador, Glenn teria instruído o hacker. Ou seja, cada um entende como quiser.

Ai Tixa, que baixo astral. Quer ver que baixo astral? O #Estadão ouviu alguns membros da cúpula da Procuradoria Geral dizendo que o #MPF pode denunciar sem investigar. aff!!! Sei não. Ainda mais quando estamos falando de liberdade de imprensa. E do fato de que o Supremo tinha proibido a investigação. Custava bater lá na porta do STF e dizer que agora tem provas e pedir para investigar? Sem contar que o Glenn diz que a #PolíciaFederal já tinha investigado e achado nada.

O que é grave: Glenn revelou mensagens que comprometem a idoneidade do Ministério Público e do próprio ministro Sérgio Moro. As mensagens divulgadas até agora mostram por exemplo que os bancos foram poupados de investigação, apesar de provas e mais provas. E ao mesmo tempo #Deltan ia fazer palestra para banqueiros. Aliás, Deltan queria ficar milionário com as palestras e chegou a aventar ter uma empresa, o que é expressamente proibido nas regras do Ministério Público.

Isso só para contar por cima. Enquanto isso o povo do Rio bebe a água podre da #Cedae, o #BNDES torra 48 milhões para dizer que não tem caixa preta (amanhã vou entrar nesta treta, darling. Volta aqui na página), o #Guedes diz que os pobres é que destroem o meio ambiente para comer, o Trump diz que tem um alarmismo ambiental por aí…

Mas voltando a #Brumadinho, percebam a importância do Ministério Público. Sim, tem os caras que se acham divinos, mas tem os que trabalham e denunciam empresários criminosos e gananciosos, o crime organizado, as rachadinhas, político corrupto, a Lava Jato. Ah Tixa, mas o Deltan se perdeu. Mas tem muita gente séria trabalhando também. Ou vocês acham que cara que devolveu mais de 100 milhões de dólares que tinha roubado da Petrobrás é santo?.

Darling, tão importante quanto uma imprensa livre para a democracia, é um ministério público forte e independente.

#PósPost: a Vale pagou para os acionistas, tipo o BRADESCO, no ano passado em lucros mais de 7,5 bilhões, valor superior ao que vai gastar com indenização. Viu? Por que é importante responsabilizar pessoas? E que ainda bem que temos procuradores por aí.

#éNoiteNaCidade. Ações Satânicas.

A imagem pode conter: 9 pessoas, pessoas sorrindo

Quer ver como teve ação satânica sabotando o governo ou aliados ou todo mundo? O Enem do ministro Weint teve que corrigir a correção. A China pediu para a ONU vetar a ação de evangélicos brasileiros. O Antagonista foi citado na VazaJato como super parceiro de Deltan. A Regina aceitou casar com Bolsonaro mas quer conhecer o noivo antes. E os investimentos estrangeiros caíram no mundo, mas cresceram 26% no Brasil. Tixa, mas isso foi bom para o Brasil. Ah, não era uma ação satânica, darling? Ops, errei então. Achei que era dinheiro do Soros.
____________________________

Mas vou explicar o motivo de estarmos falando do capeta. É que o Roberto Alvim, sim, o cara do vídeo nazista, mandou um WhatsApp para uma galera aí dizendo que não tinha consciência que a frase era do Goebbels, o tal ministro de Hitler, e que começa a achar que não foi erro humano, mas uma ação satânica. Tixa Do Céu!!!! Ué, darling, se Deus pode eleger alguém porque o Satanás não pode derrubar outro alguém?

E para o lugar de Alvim, Bolsonaro botou as fichas na namoradinha do Brasil, a rainha da sucata, aquela que tinha medo. Sim, ela, a Regina Duarte. Mas como não é boba, nem nada, ela resolveu dizer pra Bolsonaro que vai fazer um teste antes. Aí saiu de lá dizendo que noivou com Bolsonaro, ou seja, vai ver qual é a do rolê. Já a Globo avisou que não importa se é só um rolezinho, vai ter que encerrar contrato.

#IMPRECIONANTE. Já o ator, cantor, compositor (ops, acho que ele ainda não fez nenhuma canção), modelo e manequim, apresentador infantil, gaitista e eventualmente ministro da Educação, Abraham Weintraub, teve que botar o rabinho entre as pernas e admitir que o Enem errou. Errou tanto que teve que corrigir a correção. Diz o ministério que foram 6 mil provas erradas.

O Estadão apurou que 75 mil estudantes contestaram a nota. O papo é que para não prejudicar ninguém a inscrição do Sisu, em que as universidades usam as notas do Enem para aceitar alunos, terá dois dias a mais do que o previsto. Já pensou se tem que fazer outro Enem?

#CHINAINBOX. Já o Jamil Chade, o repórter que mais entende de ONU, contou hoje no UOL que a China pediu para barrar a atuação de uma entidade de evangélicos brasileiros na Organização. A ONU parece que tem uma série de entidades autorizadas a circular pelos corredores, fazer lobby com diplomatas e etc e tal. Os evangélicos já pleiteavam o acesso há algum tempo, mas no governo Bolsonaro recebeu total apoio. Mas a China, que manda pouco, vetou.

#ANTAGONISTA. E como é dia do capeta, teve também #VazaJato. Ô que fazia tempo, hein Tixa? Se fazia. Mas o Intercept resolveu dar nome aos bois, digo, aos jornalistas. Lembram que a Folha publicou matéria que alguns jornalistas tiveram relações estranhas com a Lava Jato?

O Intercept diz que o Antagonista teve relações bem estranhas. Deltan Dallagnol chegou a pedir que o site parasse a publicação de notas sobre uma das investigações. E também o site foi usado para tentar barrar a indicação do presidente do Banco do Brasil.

#DÓLARES. E para terminar com notícias auspiciosas. O Fórum de Davos publicou que enquanto o investimento estrangeiro direto no mundo caiu, na média, no Brasil cresceu 26% no ano passado. Dinheiro que veio principalmente por conta das privatizações. Agora é esperar para ver se o ministério da Economia passou os dados certos para a agência da ONU para comércio e desenvolvimento, que faz o levantamento.

Como assim, Tixa? Ih darling, no ano passado o ministério andou errando uns dados de comércio exterior e daí depois de uns dias o ministério revisou para cima alguns dados, melhorando consideravelmente o fluxo de dólar. O Paulo Guedes que trate de rezar para o capeta.

#PP (Para os perdidos). Impressionante se escreve assim, com dois SS. O imprecionante com C foi só para lembrar que o ministro, mesmo sendo da educação, costuma ignorar o corretor no Twitter.

#éNoiteNaCidade. O plano da cultura ideológica e religiosa é de Bolsonaro.

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, texto

Darling, o que foi esse dia hein? Sim, tem muito Alvim, Alvim e Alvim, mas tem também Wajngarten e Weintraub e Paulo Guedes.

Era madrugada e já bombava nas redes o vídeo nazista do secretário da Cultura. Alvim só foi demitido às 13h. Não sem antes, pela manhã, ter tido o aval de Bolsonaro para tocar ficha e continuar agindo como secretário. E foi o que fez. Marcou entrevistas com toda a imprensa.

O próprio Alvim contou ao Estadão que tinha convencido Bolsonaro de que teria sido coincidência ter dito uma frase muito parecida com a do ex-ministro de Hitler. A tal “coincidência retórica”. E chegou a reafirmar que a frase era boa. O que ele quis dizer? Bolsonaro também achou bom?

O plano de Alvim era fazer uma cultura baseada em família, pátria e religião. Chamou tipos muito ligados a esse perfil para comandar os principais órgãos de cultura.

Lauro Jardim divulgou um áudio que Alvim mandou para Bolsonaro dizendo que ia bombardear o Brasil de cultura conservadora. E isso era setembro. Ou seja, darling, o plano não era de Alvim, ele só exagerou no meio do caminho ao fazer a cena do nazismo. O plano de fazer uma cultura ideológica e religiosa é de Bolsonaro.

Foi-se o homem do vídeo nazista, demitido, e agora é esperar se Regina Duarte aceita o cargo. Será que ela topa fazer uma cultura religiosa? Isso se os bolsonarianos não catarem a foto dela ao lado de Fidel. Mas claro que vão dizer que é fakenews. Imagina, Regininha ao lado daquele comunista???

Fora isso, Guedes hoje teve que dormir com a notícia de que um de seus assessores virou réu na operação Greenfield, que acusa ex-diretores e administradores de fundos de pensão de má gestão por entrar no projeto das sondas da Petrobrás chamada Sete Brasil e o ministro Weintraub teve que aturar uma queda na média das notas do Enem. Alguém já deve estar pensando em como fazer a prova mais fácil no ano que vem.

E só para não esquecer, o chefe da Comunicação está sendo oficialmente investigado pelo Ministério Público do Tribunal de Contas de União por conta de ter clientes em sua empresa privada que recebem dinheiro do governo, que ele aprova. O chefe é Fábio Wajngarten, que é judeu. Imagina o que ele deve ter pensado do chefe da Cultura? E VIVA LA VIDA LOCA.

Na foto, a futura Rainha da Sucata se não for abatida em voo por esta foto.

#éNoiteNaCidade. Cala a boca já morreu, quem manda na minha boca sou eu!!!

Eu poderia só largar esse vídeo de Bolsonaro no #éNoite de hoje e ir dormir. Devia ser autoexplicativo, mas não é. Alguns vão aplaudir, dizer que é isso mesmo, que a imprensa só mente. Outros vão ficar indignados mas só porque é o Bolsonaro e no fundo, no fundo, também acham que a imprensa só mente. E outros estão de fato indignados.

Vamos aos fatos.

É verdade que a imprensa mente? Assim, genericamente, não é verdade. Mas é verdade que alguns jornais mentem. Mas também é verdade que mesmo os jornais que mentem, não mentem o tempo inteiro. Sim, tem jornalista que mente. Sim, tem jornal que mente. Sim, tem jornal que manipula a informação. Sim, jornalista erra. Sim, o jornal avalia mal. Mas sim, tem muito jornalista bom demais questionando, escrevendo, buscando a melhor versão dos fatos. Investigando, descobrindo, cobrando, perguntando. Tem muito editor cobrando que o jornalista faça jornalismo. Colocando holofotes sobre aquilo que políticos, empresários e Deus querem esconder.

Sigamos nos fatos.

Bolsonaro desrespeitou a sociedade ao desrespeitar a imprensa hoje. Ele grita: “comecem a dizer a verdade”. Mas quando ele diz “digam a verdade”, ele quer dizer, na verdade, que ele quer a verdade dele. Podemos pegar como exemplo a base de apoio de Bolsonaro. Foi só alguns youtubers começarem a questionar algumas posições para virarem traíras.

E sempre é bom lembrar que o presidente faz esse discurso um dia depois que a Folha revelou que seu secretário de comunicação, que é responsável por dividir a cota de dinheiro de publicidade para emissoras como Record e Band, ao mesmo tempo tinha esses emissoras como clientes em sua empresa, pagando mensalmente por contratos. Empresa em que o tal chefe da SECOM é o principal acionista.

Ai Tixa, mas ele nem queria roubar nada porque ele administra 200 milhões de verba e os contratos são de 10 mil reais. Ta bom, darling. Então faz um exercício. Esquece que a Folha deu essa matéria e imagina que a reportagem na verdade contava que o chefe da comunicação da Dilma, que era o responsável por definir para qual emissora deveria ir o dinheiro de publicidade do governo, tinha uma empresa privada, que dava lucro, e que o principal cliente era a Globo, que pagava uns 10 mil por mês para o cara. E aí? O que você sentiu?

Xingar a imprensa, desacreditá-la é uma estratégia mais antiga que o surgimento das lagartixas no mundo, darling. Bolsonaro não está inventando a roda. Hoje na frente do Alvorada ele já foi pronto para atacar a Folha. Ele esculachou a repórter da Folha ao dizer que a Folha não podia perguntar.

Tixa, ele mandou a repórter calar a boca, né? Não darling, não mandou. Como assim, Tixa????? Assisti umas dez versões do vídeo, com diferentes qualidade de áudio, e em nenhum momento, mesmo que baixinho, Bolsonaro mandou a repórter calar a boca. Não com essas palavras. Ele disse “sai fora” ou algo assim. Mas não dizer as palavras é um mero detalhe porque todo o seu gestual e discurso era o de “cale a boca”.

Dados da Federação dos jornalistas mostram que aumentaram os ataques à imprensa no ano passado e Bolsonaro, sozinho, foi responsável por metade deles. A cada três dias, Bolsonaro atacou a imprensa. Isso já quer dizer algo. E como Bolsonaro respondeu aos dados da Fenaj? Publicando nas redes este vídeo que trouxe aqui para vocês. E na tradução, o que ele está dizendo neste vídeo? Cala a boca, imprensa!!!

#éNoiteNaCidade. As pontes explodiram!!! Salve-se quem puder.

Depois de quase um mês de férias, o #éNoite volta em grande estilo no maior tom dramático!!!!! Porque foi assim, neste tom, acrescido de pausas também dramáticas, que o chefe da secretaria de comunicação, Fabio Wajngarten, fez um pronunciamento dizendo que as pontes explodiram. Tixa do céu! Que ponte? Que pronunciamento? Que chefe é esse? E onde você estava? Que saudade!!!!

Darling, eu também estava com saudades!!!!!! Mas deixa te contar da treta que começou com a Folha. O tal Wajngarten tem na mão, por conta do seu cargo, a caneta para determinar que emissoras recebem que quantidade de dinheiro de publicidade estatal, que agências recebem que verba, que entrevista é dada para quem. Mas o problema que a Folha descobriu é que a tal empresa privada dele, a FW, tem contratos com duas emissoras de TV (Band e Record) e três agências de publicidade (que atendem a Caixa). Ou seja, de um lado ele dá dinheiro para essas empresas em nome do governo, de outro ele tem contrato com essas empresas.

Claro, ele já realizava os trabalhos antes para essas empresas. E ele alega que antes de assumir o cargo saiu da administração da companhia. Fez uma longa exposição sobre o seu passado. Ele só não mencionou duas cositas: ele continua sócio da empresa, com 95% das ações, e portanto, recebendo lucro; e que o novo administrador da FW é irmão do secretário adjunto dele. Aff!!! Pois é. Todo o tom dramático e ele nem esclareceu esses detalhezinhos.

Mas teve até o apoio do ministro que ficou lá ao seu lado…. No Congresso já falam que ele vai cair, no conselho de ética da presidência que ele não poderia dar dinheiro com uma mão para uma empresa e com a outra mão receber dinheiro da mesma empresa. Maior treta. Sem contar que o tribunal de contas investiga o direcionamento de dinheiro de publicidade, que em 2019 foi menor para a Globo, apesar de ela atingir um público maior.
Enfim, vejam o vídeo. As pausas dramáticas são o auge.

#SemSubsídioPraDeus. Mas como nem só de verba publicitária vive o governo, vive também do amor a Deus, Bolsonaro teve hoje que decepcionar um pouquinho esse Deus. Ele prometeu que daria um subsídio na conta de luz das igrejas, mas teve que voltar atrás porque o Paulo Guedes disse que não pode dar subsídio para ninguém. Subsídio, leia-se, nós pobres mortais longe de Deus pagando a conta.

#CachaçaNãoÉÁgua. No Rio, o teatro foi do presidente da companhia de água e esgoto. Não sei se vocês sabem, mas água das torneiras do Rio está com cheiro ruim e aparência de suja. Daí o tal presidente da Cedae, Helio Cabral, é perguntado na coletiva se beberia a água da Cedae. Ele pega um copo com uma água que mais transparente impossível, dá um gole e diz “estou bebendo”. Aff!!!! Aí a repórter insiste: se ele beberia a água turva. Ele vira sabão e finge que responde, mas acaba não dizendo que bebe da água suja que vai para as casas.

#FestaDasFakeNews. Tanto drama que vou parar por aqui. E eu sumi porque precisava parar um pouco e também porque preparem-se que a festa vem aí!!!!!! Vamos fazer um ano!!!!!! Vai ter festão!!!!!! Vai ser a maior, melhor, primeira e única #FestaDasFakeNews. É meu níver, people!!! Vai ter mamadeira de piroca, terra plana, Leo incendiário, tudo aqui neste link: www.lagartixadiaria.com.br/festadasfakenews. E só para não perder o style: VIVA LA VIDA LOCA.

#éNoiteNaCidade. Bebianno quis matar Bolsonaro?

A imagem pode conter: 3 pessoas

BOLSONARO MANDOU SEQUESTAR JORNALISTA?

KOPENHAGEN DIZ QUE NÃO FISCALIZA FRANQUIAS E ACABA COM ÁLIBI DE FLAVINHO

“VOCÊ TEM UMA CARA DE HOMOSSEXUAL TERRÍVEL”
_____________________________
Sim, sim, darling, está difícil até de escolher manchete hoje. Olha aí pra cima. O que você escolheria? Aff. Mas calme-te que vou te contar as tretas todas.

#BEBIANNO. Vamos começar com a revista #Veja que fez uma extensa reportagem com #Bolsonaro. E lá pelas tantas o presidente começou a dizer que desconfia que um ex-assessor estaria envolvido na trama que levou à facada, dada por #Adelio Bispo. Ele não quis dizer quem era, mas deu pistas que seria um ex-ministro e alguém que queria ser candidato a vice.

Darling, há pouco tempo veio à tona a história do príncipe que acabou não sendo vice por conta de umas fotos dele em suruba gay e The Bolsonaros foram às redes dizer que tinha sido armação de Bebianno, que queria ser o vice. Logo, ex-ministro que queria ser vice, só tem o Bebianno.

E quem é Bebianno, Tixa? Bebianno foi o assessor mais próximo da campanha de Bolsonaro e chegou a ser ministro do governo. Foi queimado no segundo mês por Carluxo, o 02, que disse num tuíte que o ministro mentia. Bolsonaro corroborou. E era mentira que ele estava mentindo. Mas no fim das contas, Bebianno foi demitido. Prometeu não sair atirando, mas vira e mexe ele ameaça contar o que andaram fazendo no verão passado.

#SEQUESTRO. Hoje, por exemplo. Justamente hoje, no dia que sai essa matéria na Veja, Bebianno diz em entrevista à radio Jovem Pan que Bolsonaro se cerca de pessoas perigosas e uma delas estava ameaçando jornalistas. E disse que uma das tais pessoas perigosas teria tentado #sequestrar o jornalista Lauro Jardim, do Globo. Tixa do céu!!!!

Bebianno disse que na saída de um restaurante em São Paulo, o tal sujeito, (que é um advogado, segundo apurou a Lagartixa), teria tentado botar Lauro à força para dentro de um carro. Fontes do Globo disseram à Lagartixa que foi mais para uma intimidação do que para um sequestro propriamente dito. Mas que aconteceu, aconteceu.

Tixa do Céu! Darling, o último #éNoite do ano teria que vir quente. Como assim último, Tixa??? Calme-te. Explico lá no fim, darling.

#CHOCOLATE. E o caso do #Flavinho continua muito mal explicado. A grande novidade do dia é que a #Kopenhagen resolveu soltar uma nota oficial dizendo que não faz auditoria ou fiscalização de suas franqueadas, que têm CNPJ completamente diferente da dela. A Kopenhagen não é boba, nem nada. Vai que fica provado que teve lavagem na loja de Flavinho? Tixa, nem sei o que essa Kopenhagen tem a ver.

A Kopenhagen é a marca da franquia de loja de chocolates que pertence a Flavinho e onde o Ministério Público suspeita que foram lavados 1,6 milhão em dinheiros. Aff!!! Flavinho disse ontem em uma live, alterado, que não tinha como acontecer isso em uma loja franqueada, já que seria fiscalizada pela franqueadora. Vê-se, então, que a franqueadora desmentiu Flavinho hoje.

#COMO LAVAR DINHEIRO. Mas Tixa? Como lava dinheiro numa loja de chocolates? Darling, eu não sei, mas eu arrisco um Breaking Bad para explicar. É uma série americana em que um professor de Química faz a melhor metanfetamina do mundo e vira traficante. Ele começa a ganhar dinheiro e percebe que não pode usar o dinheiro sem ser descoberto pelas autoridades.

Então para esquentar o dinheiro, ou seja, torná-lo legal, ele compra um Lava à Jato. aff. Um de verdade, darling, não a operação Lava Jato. No Lava à Jato, cada vez que um cliente paga em dinheiro pela lavagem do carro, eles dão de troco errado de volta. Muitas vezes o cliente não confere o troco. A loja registra que recebeu 12, quando na verdade recebeu só oito, por exemplo. Aí ele lavou 4 dinheiros. Tixa, mas que complicado!!! Muito darling, entender de lavagem de dinheiro não é para qualquer um.

Mas veja, no Breaking Bad, os clientes acabavam recebendo troco a maior sem saber, mas nada impede que os clientes sejam fakes e saibam que estão ajudando a lavar o dinheiro. O fato é que tem um limite em valores para se lavar dinheiro em lojas como essas. O limite é o tamanho de faturamento da loja.

A desconfiança dos promotores no caso de Flavinho aconteceu porque a loja faturava mais em meses fora da Páscoa, o que soou estranho, e o porcentual de vendas em dinheiro era maior do que a registrada pelo antigo dono da loja.

E Bolsonaro embarcou nesta de dizer que a loja de Flavinho era fiscalizada pela franqueadora. Ou seja, a Kopenhagen desmentiu até o presidente. Mas Bolsonaro disse isso, Tixa?Disse, darling. Mas é que hoje, quando foi perguntando sobre esse assunto ele perdeu tanto as estribeiras que mal foi anotado o que ele disse sobre o assunto.

#HOMOFOBIA. Chegou a atacar um jornalista dizendo que ele tinha aparência de homossexual terrível mas nem por isso ele acusava o jornalista de ser homossexual. Sabe o nome disso? Homofobia. E você sabia que homofobia é crime? É crime. O STF decidiu. E Bolsonaro inclusive foi altamente contra essa decisão suprema.

Só queria dizer uma coisa: os jornalistas deveriam ter se retirado do local, dado as costas para o presidente, depois da completa falta de respeito com que foram tratados.

Respondam, porra!

Pergunta pra tua mãe o comprovante que ela deu pro teu pai!!!

Estas foram algumas das outras frases de Bolsonaro. Esta última foi a resposta dada a um jornalista perguntou se ele tinha o comprovante do tal empréstimo de 40 mil reais que Bolsonaro disse que deu a Queiroz. O Queiroz Queiroz, Tixa? Sim, darling, o Queiroz Queiroz, ex-assessor/motorista/eotrascositasmas de Flavinho e amigo de Bolsonaro, que entre as movimentações milionárias de sua conta fez um depósito de 24 mil para Michelle Bolsonaro. Aff, 2020 vai começar quente.

E o #éNoite se despede hoje de 2019. Mas não se preocupe que a Lagartixa vai continuar subindo pelas paredes nesses dias das Festas, só num ritmo mais festivo, claroooo né?. E logo no início de janeiro, o #éNoite volta com tudo. Lóve you, com acento. Tixa.
____________________________

#PP (para os perdidos). Flavinho virou o principal alvo das investigações sobre a suspeita de rachadinha em seu gabinete quando era deputado estadual do Rio de Janeiro. The Bolsonaro estão tentando agora construir a narrativa de que estão sendo perseguidos e inclusive quem os estaria perseguindo é Wilson Witzel, governador do Rio.
#PP1. Rachadinha é quando um deputado contrata um assessor fantasma e pega parte do salário para si. Isso se chama roubar dinheiro público. Ah, e às vezes alguns assessores até trabalham, mas esporadicamente para tentar justificar o salário.