#memesDaTixa. Ele é mentiroso.

A imagem pode conter: 1 pessoa, meme, texto que diz "EMBORA EU TENHA GRANDE RESPEITO PELO PRESIDENTE ELE É MENTIROSO"

Moro foi chamado a prestar depoimento à Polícia Federal amanhã sobre as acusações que fez contra Bolsonaro. Vai ser em Curitiba, seu reduto. Em entrevista à Veja, Moro disse que tem provas a apresentar sobre tudo o que disse no discurso.

#PP (para os perdidos). Moro disse no seu discurso de demissão que Bolsonaro queria interferir politicamente na Polícia Federal, em especial por conta de processos que correm no Supremo sobre fakenews. A PF investiga Carluxo neste caso. O Dudu, 03, também pode se complicar.

#memesDaTixa. Quem poderia imaginar.

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

The Bolsonaros estão desde ontem à noite tentando fingir que Bolsonaro não disse o que disse quando questionado sobre as mortes por coronavírus e o fato de termos ultrapassado a China nas estatísticas. “E daí? Lamento, mas o que que posso fazer. Sou Messias, mas não faço milagres”, disse o presidente. Mas claro, ele disse que a imprensa tirou de contexto. Hoje no Alvorada disse aos jornalistas:

“Você não botou o complemento! Você não botou o complemento!”.

E qual era o complemento,Tixa?

Então, depois de desdenhar dos mortos, ele perguntou se tinha alguém transmitindo ao vivo. Ao saber que sim, disse:

“Lamento a situação que nós atravessamos com o vírus. Nos solidarizamos com as famílias que perderam seus entes queridos, que a grande parte eram pessoas idosas, mas é a vida. Amanhã vou eu. Logicamente que a gente quer, se um dia morrer, ter uma morte digna, né? E deixar uma boa história para trás.”

Só uma coisa importante: 30% dos que morrem por coronavírus no Brasil tem menos de 60 anos.

Ah, e agora Bolsonaro mandou perguntar para o Dória sobre as mortes.

#Detalhe: Bolsonaro se importa tanto com a vida das pessoas que reuniu hoje de manhã todos os deputados de sua base em café da manhã sem máscaras, sem distanciamento, sem proteção sequer aos servidores que tiveram que servir o café.

🦎Esta é uma publicação da @lagartixadiaria.

*******************
Está difícil para todo mundo. Mas a Lagartixa ficará especialmente frágil financeiramente com esta pandemia. Se puderem ajudar, temos várias opções de doações de diferentes valores. Pode ser mensal ou uma doação única. A partir de 2 reais você já pode ajudar. Para quem assina a Lagartixa, também abrimos a opção de receber nossos posts pelo Zap. Ajuda aí.
www.lagartixadiaria.com.br/ajude
******************

#memesDaTixa. Nova Política.

A imagem pode conter: 2 pessoas, texto

“Devo escolher alguém amigo de quem?” Este é Bolsonaro fazendo a nova política em prol do seu clã. E daí? Escolheu para o cargo de diretor geral da Polícia Federal, Ramagen, amigo de Carluxo. Ramagen é da Abin. Carluxo é investigado pela PF. Mas Ramagem ainda não foi nomeado oficialmente.

A propósito, alguém aí lembra que Gustavo Bebianno, aquele ex-ministro de Bolsonaro, disse duas semanas antes de morrer que Carluxo queria fazer uma Abin paralela? E que tinha até um escolhido para tocar isso? Mas daí Bebianno disse que apesar de lembrar o nome do sujeito, não ia revelar. Então, o sujeito da Abin paralela era o Ramagem.

#PP (para os perdidos). Abin é uma agência de investigação do governo, que monitora ameaças e tal e coisa e coisa e tal.
#PP1. Bolsonaro demitiu o diretor geral da PF na semana passada e Moro pediu demissão dizendo que o presidente quer interferir politicamente na PF.
#PP2. Bebianno foi homem forte da campanha de Bolsonaro, disse que tinha muitas coisas a revelar do presidente mas jamais ia fazer isso apesar de ter virado inimigo. Ele se lançou candidato a prefeito do Rio e duas semanas depois morreu de infarto.

*******
Está difícil para todo mundo. Mas a Lagartixa ficará especialmente frágil financeiramente com esta pandemia. Se puderem ajudar, temos várias opções de doações de diferentes valores. Pode ser mensal ou uma doação única. A partir de 2 reais você já pode ajudar. Para quem assina a Lagartixa, também abrimos a opção de receber nossos posts pelo Zap. Ajuda aí.
www.lagartixadiaria.com.br/ajude
******

#memesDaTixa. Bolsonaro se empenhando para lotar hospital.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e meme, texto que diz "BOLSONARO EMPENHADO EM LOTAR HOSPITAL DE CAMPANHA imgflip.com"

Bolsonaro vai visitar a obra para construção de um hospital de campanha e vai cumprimentar populares. Na vistoria ou inauguração ou whatever politico que ele foi fazer lá, fica de máscara. Com os populares, não dá a mínima para as regras de segurança para não espalhar o vírus.

Pergunta que não quer calar: o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, permite um evento na obra do hospital de campanha em seu Estado, com Bolsonaro, por que já quer lotar o hospital no primeiro dia?

Isso é o que chamo de desperdício de dinheiro público.

PP (para os perdidos). Este foi um ato claramente político de Bolsonaro. Caiado rompeu com o presidente por conta daquele pronunciamento que dizia que as pessoas deviam ir para as ruas e os governadores deviam reabrir comércio e escolas.
PP1. Mandetta foi junto e vendo o presidente se aglomerar só disse que isso não é recomendado.

#memesDaTixa. O problema é o presidente?

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

“Vamos enfrentar o problema? Ou o problema é o presidente?”, perguntou o presidente para seus apoiadores. Ele devia perguntar para os ministros dele.

Mandetta, da Saúde, mandou ontem para sua equipe um poema de Drummond: No meio do caminho, uma pedra. Informação da Eliane Cantanhede, no Estadão.

Guedão, o Posto Ipiranga, para prefeitos: como economista gostaria que voltasse a produção, como cidadão quero ficar em casa.

PP (para os perdidos). Bolsonaro foi fazer um tour ontem pela periferia de Brasília em uma clara afronta a seu ministro da saúde. Bolsonaro disse que estava só indo ouvir o povo.

#memesDaTixa. “Deixa o velhinho no cantinho”

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto que diz ""DEIXA O VELHINHO NO CANTINHO" FOTO DE JOEDSON ALVES QUE HOJE"

Bolsonaro disse ontem que cada um devia deixar seu velhinho no cantinho. Pois parece que governadores e prefeitos resolveram deixar o velhinho deles no cantinho.

Estão todos entrando com processos judiciais contra uma campanha que está sendo preparada pela Secretaria de Comunicação que diz “O Brasil não pode parar”. Um dos vídeos com o selo oficial já está circulando pelas redes. O governo torrou quase 5 milhões de reais para fazer a campanha.

Os governadores também estão articulando fazerem sua própria campanha estimulando as pessoas ficarem em casa.

Logo cedo Bolsonaro ameaçou governadores e prefeitos dizendo que eles que vão ter que pagar indenização aos trabalhadores pelo colapso na economia. De tarde, anunciou um pacote que prevê o pagamento de dois meses de salários para os empregados de pequenas e médias empresas.

#PP (para os perdidos). Tixa, mas que vídeo é esse que o Bolsonaro lançou. É um vídeo, darling, dizendo que todo mundo quer voltar a trabalhar e chega a ter a cara de pau que é para o bem da saúde da população. Recuso-me a publicar.

#memesDaTixa. Como é mesmo o nome desse vírus?

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sentadas e texto

Disse agora há pouco Bolsonaro na sua live de quinta. O presidente segue minimizando os efeitos da pandemia no Brasil. Chegou a dizer que o brasileiro tem que ser estudado porque não pega nada. “Brasileiro parece que tem o corpo blindado nesta questão aí”.

E o presidente assumiu de vez o papel de garoto propaganda da cloroquina, que ainda não tem estudos que comprovem sua eficácia, e continua tratando o remédio de forma displicente não deixando claro que os cidadãos não devem sair por aí comprando. Chegou a dizer que doaria as duas caixinhas que estava nas mãos. O Ministério da Saúde só autorizou o uso para pacientes internados em estado muito grave.