#perdeuorabo. A história das fotos que tiraram o príncipe da chapa de Bolsonaro

A imagem pode conter: 2 pessoas, óculos

“Você deveria ter sido meu vice, e não esse Mourão aí”. Este foi Bolsonaro ontem para o príncipe Luiz Phillipe de Orleans e Bragança, o trigésimo e alguma coisa na linha para ser rei do Brasil caso a Monarquia volte a reinar. Tixa, mas como você sabe disso? Nem te conto, darling, porque a história que tenho para contar aqui é que é boa demais.

Você sabe por que o príncipe não foi o vice? Opa, vem comigo.

Era uma quinta-feira e Bolsonaro deu uma entrevista para a GloboNews onde cravou que o príncipe seria seu candidato a vice. Ele tinha tentado o General Heleno, a Janaina Paschoal, o Magno Malta e não deu certo. Parece que ninguém queria ser seu vice, então surgiu o príncipe em sua vida.

Eles nem se conheciam muito bem, mas havia uma corrente na ala virtual apoiadora de Bolsonaro que queria porque queria o príncipe. No domingo seguinte, ou seja, três dias depois da entrevista da GloboNews, terminava o prazo legal dos partidos para apresentar a chapa já com o candidato a vice.

Bolsonaro ia anunciar o príncipe como vice na convenção do PSL em São Paulo ainda pela manhã. Mas no domingo logo cedo, quase madrugada ainda, o príncipe recebe um telefonema. Não seria mais ele o candidato. Na madrugada de sábado para o domingo, o então coordenador da campanha, Gustavo Bebianno, apresentou um dossiê com fotos impublicáveis do príncipe. Segundo o pessoal próximo da campanha, algo que poderia minar a candidatura de Bolsonaro.

Tixa, que fotos são essas????? Darling, conversei com diversas pessoas sobre isso na época. Pessoas muito próximas ao príncipe contaram que eram fotos montadas em que o príncipe aparecia batendo em moradores de rua. Uma forma de tirá-lo da jogada. Hoje o próprio príncipe admitiu que eram fotos dele em uma suruba gay, mas seriam falsas, segundo ele. E Alexandre Frota disse à Monica Bergamo da Folha que naquele dia da escolha do vice Bolsonaro perguntou a ele se Luiz Phillipe era gay e mencionou fotos, mas que ele, Frota, nunca viu as fotos.

O fato é que as fotos sendo verdadeiras ou não acabaram tirando o príncipe da jogada.

Bolsonaro amanheceu sem um vice. Foi então que ligou para o presidente do PRTB, Levy Fidelix, o homem do aerotrem, lembram? e ficou acertado que Fidelix abriria mão de sua candidatura a presidente para apoiar como vice na chapa de Bolsonaro o General Hamilton Mourão, que era do PRTB na convenção do seu partido que aconteceria naquela tarde no domingo.

Um dos policiais federais que acompanhavam Bolsonaro na época em São Paulo contou à Lagartixa que no carro a caminho da convenção do PRTB, onde seria lançada a chapa, Bolsonaro perguntou a ele: você acha que fiz certo?

Eduardo Bolsonaro chegou a dar uma entrevista a esta Lagartixa, que na época não era Tixa, dizendo que o vice foi escolhido porque era um que ninguém iria arriscar fazer impeachment de Bolsonaro. Ou seja, ninguém iria querer derrubar Bolsonaro para que um militar ou um monarquista assumisse.

Ao que fica agora demonstrado, Bolsonaro se arrependeu até o último fio de cabelo. Mourão virou queridinho do mercado financeiro que apoiaria fácil uma saída de Bolsonaro para a entrada do general. O vice assumiu o protagonismo, deu várias declarações polêmicas na época e queria assumir a campanha depois que Bolsonaro ficou de fora das ruas por conta da facada.

Mourão também começou a aparecer muito logo no começo do mandato e então Bolsonaro cortou as asinhas dele.

E agora estão falando que Bolsonaro quer Moro para seu vice em 2022. Mas isso é história para um próximo post. Aguardem e confiem.

Na foto, Luiz Phillipe hoje deputado federal (tirada do seu twitter) e General Mourão (foto de Marcelo Chello)

#perdeuorabo. 02 fora das redes.

Carluxo apagou suas contas nas redes sociais. Ou pelo menos suspendeu por um tempo. Face, Insta e Twitter. Seus apoiadores no Twitter já saíram xingando o Twitter dizendo que ele foi suspenso. Mas não, parece que ele cansou de falar bobagem. As más línguas dizem que ele não apagou todas as contas não, ainda tem a do Jair ativa. 😱🤔

PP. (para os perdidos) Carluxo é o filho 02 de Bolsonaro e que comandava as redes do pai.

#perdeuorabo. Evo forçou um quarto mandato e agora renuncia.

Aquele discursinho dos The Bolsonaros de que estava havendo uma onda de protestos para derrubar governos de direita, patrocinados pelo Foro de São Paulo, e que o próximo seria o Bolsonaro, não fica de pé a uma notícia vinda da Bolívia. Mas por quê, Tixa? Porque lá quem caiu foi um governo de esquerda. Evo Morales anunciou sua renúncia e junto com ele o vice presidente.

Nas redes está aquele furdunço. Uns dizem que foi golpe, outros comemoram. Mas afinal o que que deu, Tixa?. Darling, deu que Evo mudou a lei para poder ser candidato e se eleger pela quarta vez seguida. Pois é, já é treta. Imagina que o Bolsonaro se reeleja e daí muda a lei para fazer o terceiro mandato e depois um quarto?

Na Bolívia, fizeram as eleições e Evo foi eleito no primeiro turno, mas durante a contagem de votos rolou maior esquisitice quando uma hora os números indicavam segundo turno e na sequência se lacrou vitória de Evo já no primeiro turno.

Nas três semanas seguintes, os protestos foram se intensificando e foram ficando mais violentos. A oposição não aceitou o resultado. Neste domingo pela manhã, Evo chegou a anunciar que faria novas eleições. Não mencionou, mas uma auditoria da OEA (organização dos estados americanos) recomendou que se fizesse isso.

À tarde, as Forças Armadas deram um empurrãozinho para a renuncia. E agora ele renuncia dizendo ser um golpe mas que o faz para evitar a violência.

Maduro, o presidente da Venezuela, e Lula denunciaram o golpe. Já Bolsonaro denunciou o golpe das urnas eletrônicas. Sério, por favor, me respondam: Bolsonaro está querendo dar um golpe ou está dizendo que se elegeu de forma ilegítima? Sim, porque para quem não lembra Bolsonaro foi eleito em um sistema de voto eletrônico, que ele não cansa de dizer que é fraudado. Aff.

PP. (para os perdidos). Foro de São Paulo foi uma conferência de governos de esquerda que segundo os bolsonaristas é só fachada para realizar golpes pela América Latina contra a direita.

#perdeuorabo. Novas eleições na Bolívia.

Depois daquele rolo todo na apuração dos votos na Bolívia, em que uma hora dava um resultado e depois dava outro, finalmente Evo Morales tomou uma decisão decente e vai convocar novas eleições.

O presidente da Bolívia já mudou a lei para poder se candidatar ao quarto mandato e ganhar deixando dúvidas na população podia incendiar o país. Aliás, incendiou porque a oposição não aceitou o resultado e os protestos tomaram conta da Bolívia. Alem disso, a OEA deu indicações de que poderia ter havido fraude nas eleições e sugeriu um novo pleito.

Então, lá vão eles de novo para uma campanha eleitoral.

#perdeuorabo. A viagem da Cultura.

Advinha para qual ministério Bolsonaro resolveu transferir a Secretaria da Cultura? O do Turismo!

Nossa Tixa, ele ta viajandão! Pois é, Darling. Como essa pasta foi reduzida à uma secretaria depois que o presidente resolveu acabar com o Ministério da Cultura, quem estava cuidando, quer dizer, quem estava responsável, era o Ministério da Cidadania.

Agora vai ficar sob a batuta de Marcelo Álvaro Antônio, aquele ministro acusado de ser dono do laranjal. Lembrando que órgãos como Ancine e Funarte agora ficam debaixo dessa mesma asa.

E como essa Lagartixa que vos fala noticiou ontem, o provável indicado para comandar a secretaria é Marcos Soares, filho do dono da Igreja Internacional da Graça de Deus! Amém?

Na foto o ministro Marcelo Álvaro Antônio
Foto: Marcelo Chello

PP. (Para os Perdidos). A Ancine (Agência Nacional do Cinema) é o órgão responsável pelo fomento, regulação e fiscalização do áudio visual no Brasil.
PP1. Funarte (Fundação Nacional de Artes) é o responsável pela promoção e a difusão das artes no país.
PP2. Marcelo Álvaro Antonio é o atual ministro do turismo. Foi denunciado pelo Ministério Público como comandante de um esquema de candidaturas femininas laranjas em Minas Gerais, dentro do PSL, partido de Bolsonaro.

#perdeuorabo. Leilão do Pré-Sal deu como a esquerda queria.

A imagem pode conter: texto

O super mega plus leilão do pré-sal foi um sucesso para… o governo Bolsonaro? Não, para a esquerda. Como assim????? Que babado, Tixa!

Pois é, antes do leilão era difícil arrumar alguém de esquerda que não dissesse que Bolsonaro estava entregando nossa joia rara para os gringos, não é? Que era um absurdo. O petróleo é nosso!!!! Pois bem, os companheiros podem ficar tranquilos porque ficou quase tudo para a Petrobras. Dos quase 70 bi de reais vendidos no leilão, mais de 62 bi foi lance da estatal brasileira. O restante, que é cerca de 10% do total, será dividido entre duas empresas chinesas.

Ou seja, tudo como dantes no quartel de Abrantes. Já o governo Bolsonaro diz que está feliz que o leilão foi um sucesso, fingindo que tudo bem que os estrangeiros não vieram, mas o mercado, aquele pessoal cheio da grana, não gostou não e as ações da Petrobras na bolsa caem.

O leilão não foi aquele sucesso todo porque a expectativa era de arrecadar 106 bilhões e com todo aquele mise-an-scène de Bolsonaro pelas arábias e a China, todo mundo achou que ia ter muito dinheiro desse povo. Não teve. O resultado é que Bolsonaro até falou que queria vender, mas continua dono do petróleo. Daqui a pouco ele que não se cuide que vira um Hugo Chavez.

#PP (Para os perdidos). O leilão prevê o pagamento de um bônus de assinatura, que é esse que a Petrobras vai ter que pagar quase tudo. O governo arrecadou mas quem vai pagar é a Petrobras, que é do governo. Além disso, a Petrobras paga o bônus e depois mais o dinheiro para investir na perfuração dos poços de petróleo.
#PP1. Os governos de Estados e municípios que esperavam ganhar royalties em cima dos 106 bi agora terão que se contentar com menos.
#PP2. Dois blocos do leilão ficaram encalhados e ainda poderão ser vendidos.
#PP3. Tixa, nem sei o que é pré-sal. Darling, é um rolê do mundo do petróleo. Eles chamam de camada pré-sal, que é uma camada de um monte de rochas embaixo da camada do sal. Então resumindo é uma camada da terra que está debaixo do mar, mas bem lá no fundo, e que tem um monte de petróleo.

#perdeuorabo. A extrema pobreza cresce.

A imagem pode conter: texto

O general Heleno, braço direito de Bolsonaro, disse no Congresso Nacional há uns meses que tinha vergonha de entrar num restaurante e ter que olhar o lado direito do cardápio, onde ficam os preços dos pratos. Nesses restaurantes um prato, um só, custa mais do que ganham por mês 13,5 milhões de brasileiros.

Este o resumo da situação dada pelo gerente do IBGE ao divulgar os dados de 2018 hoje.

“A pequena melhora no mercado de trabalho não está chegando a essas pessoas, está pegando pessoas já numa faixa de renda mais alta. A extrema pobreza cresce”.

E nem Bolsa Família resolve. Primeiro porque a linha da miséria medida pelo Banco Mundial é de 145 reais por mês. O gerente do IBGE lembra que o Bolsa Família é de 89 reais. Segundo, que caiu o número de pessoas que recebe o benefício.

O general Heleno, como general, ganhava mais de 20 mil reais por mês.

#perdeuorabo. Blogueiro inventa fake news em plena CPI da Fake News

perdeuorabo. BLOGUEIRO INVENTA FAKE NEWS EM PLENA CPI DA FAKENEWS. Allan dos Santos é um blogueiro de direita, que se autointitula jornalista, e que provou hoje que o negócio dele é fake news. A pessoa teve a coragem de ir numa CPI que investiga fake news e produzir uma fake news no meio do depoimento. Allan disse lá pelas tantas que aprendeu com o guru Olavo que Cuba e Brasil trocaram armas nucleares no Porto de Mariel. Que bomba atômica, Tixa!!! E levantou uma reportagem da revista Veja, dizendo que a história estava lá.

Enfim, a revista Veja noticiou na verdade que Cuba estava contrabandeando armas para a Coréia do Norte e a reportagem sequer cita a palavra “nuclear”. Até porque o navio com a carga foi detido no Panamá e lá se constatou que eram outros tipos de armas. A única ligação com o Brasil é que o Porto Mariel foi construído pela Odebrecht e financiado pelo BNDES. Mas daí a dizer que Brasil e Cuba trocaram armas nucleares já é um pouco demais, né não?

Curiosa para saber se o Congresso Nacional vai admitir que as pessoas mintam descaradamente em suas comissões ou vai tomar alguma atitude.

PP (Para os perdidos). Allan dos Santos é do site Terça Livre e anda para cima e para baixo com Dudu Bolsonaro. Aliás, com o próprio presidente Bolsonaro também. Ele é meio que blogueiro de estimação. Hoje é acusado de ser meio que comandante da milícia virtual de Bolsonaro e por isso está na CPI.

#perdeuorabo. Quem é o cara do Ibama, que eu demito.

A imagem pode conter: 1 pessoa

“Quem é o cara do Ibama que está fazendo isso lá? Se me derem as informações, tenho como…”, disse Bolsonaro hoje sem completar a frase a um grupo de garimpeiros. Parece que a reclamação dos garimpeiros está mais em alta do que a ficha de qualquer fiscal do Ibama. Bolsonaro ainda disse mais: “A gente acerta isso aí. Já dei a dica para vocês. Se entrou (a máquina), sai”

Um grupo de garimpeiros estava na frente do Palácio do Alvorada e reclamou que o pessoal do Ibama estava queimando o maquinário deles. O Ibama pode fazer isso legalmente caso as pessoas estejam cometendo algum crime ambiental. A lei permite isso porque muitas vezes o maquinário está em local pouco acessível e se não for imediatamente queimado pode ser usado para perpetuar o crime, seja garimpo ilegal ou queimadas.

A coisa é tão surpreendente que o presidente da Federação Brasileira de Mineração reclamou para o presidente que o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, é um ativista. Oi????? Ativista? O ministro Ricardo Salles? Está aí uma notícia nova.

A reclamação do cara da Federação é por conta de um superintendente do Ibama no Pará que em setembro disse que não ia mais queimar nenhum maquinário porque tinha recebido ordens. Mas Salles o demitiu.

No Pará, é grave a crise de fiscalização e o Ministério Público tem cobrado atitudes.

O presidente desde abril tem defendido que se acabe com a queima de maquinário, mesmo que esteja sendo usado para crimes ambientais. Mas até agora a regra não mudou. Vai ver Salles é um ativista ambiental mesmo.

Foto: Marcelo Chello

#perdeuorabo. Adeus Santa Rosa.

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Você talvez nunca tenha ouvido falar dele, mas o general Santa Rosa, que era ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos, pediu demissão nesta tarde. Nossa, Tixa!!! Mais um general??? Mais um general.

Mas olha o naipe da figura. No sábado, o jornalista Daniel Rittner, do Valor, registrou a participação do general em um seminário sobre a Amazônia e o agora ex-ministro disse que o aquecimento global é uma mentira cientificamente comprovada, que o problema dos negros foi resolvido com a Lei Áurea, que foi bobagem acrescentar proteções na Constituição, assim como condena movimento indigenista.

PP (Para os perdidos). A Secretaria de Assuntos Estratégicos ajuda o presidente a traçar planos de longo prazo.