#plainvanilla. Quem comprou a BR Distribuidora?

A imagem pode conter: céu e atividades ao ar livre

#plainvanilla. QUEM COMPROU A BR DISTRIBUIDORA? A Petrobras começou hoje a vender sua empresa de distribuição de combustíveis e por enquanto não se sabe quem está comprando as ações. Como a ideia é de que a venda seja pulverizada entre muitos investidores, a própria Petrobras alertou: a BR Distribuidora deixará de ter um acionista com maioria absoluta e com isso a empresa estará suscetível ao surgimento de um grupo de acionistas que se juntem e assim passem a exercer o controle e o poder de decisão das atividades da companhia. E nada impede também que a própria Petrobras possa fazer parte deste grupo de controle.

Ontem, já tarde da noite, a petroleira informou que já tinha um preço da ação e que iria vender pouco menos da metade das suas ações, que corresponderiam a 30% do capital total da distribuidora. Hoje a Petrobras tem 71% do capital total. Vendendo tudo ela vai botar no caixa cerca de R$ 8,5 bilhões. Mas a empresa tem expectativa de vender um pouco mais, cerca de 37% do capital que detém e daí arrecadaria R$ 9,6 bi. 
Foto: Marcelo Chello

#plainvanilla. Netflix desaba.

A imagem pode conter: 6 pessoas, texto

A Netflix perdeu pela primeira vez ever assinantes nos Estados Unidos. Só metade da previsão de novos assinantes pelo mundo se concretizaram. Vai perder FRIENDS (siiimmm. vai perder), que vai para a HBO, e The OFFICE, que vai para o serviço de streaming da NBC. E todas essas informações reunidas na divulgação do balanço da empresa. Qual o resultado? Uma queda estrondosa de 11% no valor das ações da empresa nos Estados Unidos.

Mesmo assim, a Netflix ainda faturou no mundo só no segundo trimestre cerca de US$ 5 bi. Não é pouca coisa.

#plainvanilla. Aike loucura!

Aike loucura

#plainvanilla. AIKE LOUCURA!, já diria Narcisa. 
Eike Batista, o ex de Luma (sim, a de Oliveira), já sabia que as reservas de petróleo de sua empresa, a OGX, eram um mico. Não tinham capacidade de produzir o que tinha prometido a investidores. Mas enquanto dizia a seus seguidores no Twitter, na época mais de 1,3 milhão, que mantivessem suas ações da empresa, ele mesmo negociava os papéis. Hoje a CVM, um órgão federal que é uma espécie de xerife do mercado, multou Eike a pagar 536 milhões de reais por informação privilegiada. O esquema foi investigado depois de uma reportagem da Folha das repórteres Raquel Landim e Renata Agostini (hoje no Estadao). E a tal multa aplicada pela CVM ainda foi considerada pequena.

Nas fotos, Eike enquanto tinha cabelo, antes de ser preso.
E junto com Luma, sua ex, quando foi ao Faustão resgatar um biquíni com Maroni.

PP. (Para os perdidos). Para quem não sabe Maroni é o dono de casas de tolerância em São Paulo, e que foi oavacionado ontem por cidadãos de bem durante manifestações pro-Boslonaro. Sim, a vida aqui é loka mesmo. 
PP1. Narcisa é aquela socialite carioca do slogan Ai que loucura!

#plainvanilla. Bye, bye, Embraer

Bye, bye, Embraer

#plainvanilla. BYE, BYE, EMBRAER. A fusão com a Boeing termina como? Com o nome da empresa brasileira mudando para Boeing Brasil. O novo nome foi anunciado hoje aos funcionários da empresa e divulgados nas redes sociais. É isso!!! Fim. Ah, sim!. Ainda teremos a Embraer Defesa, Agrícola, Executiva….. Mas os aviões brasileiros comerciais não serão mais Embraer.

#plainvanilla. Os fuzis do mercado

Os fuzis do mercado

#plainvanilla. OS FUZIS DO MERCADO. Ficamos sabendo hoje que aquele decreto do governo lá do dia 07, o das armas, não só permite que um monte de cidadão de bem tenha porte de arma mas que entre estas armas está o fuzil T4, produzido pela Taurus. A empresa ainda revelou que já tem 2 mil encomendas para a arma. E o que aconteceu? As ações da Taurus dispararam e subiram quase 8% no dia. Mesmo assim, a cotação fechou menor do que no dia do anúncio do decreto. Ou seja, a ação sobe e desce ao sabor das notícias. O que significa? Que tem gente de bem no mercado ganhando muito dinheiro com o sobe e desce.

Enquanto isso, a Casa Civil disse que a o fuzil não está liberado. As pessoas em geral ficaram meio apavoradas. Já a deputada federal Carla Zambelli, que gosta de agradar o presidente, postou em suas redes que nos Estados Unidos o número de mortes por fuzis caiu depois que a arma foi liberada no país. Vamos praticar tiro ao Álvaro?

#plainvanilla. Uber já é uma das empresas mais valiosas

Uber já é uma das empresas mais valiosas

Foto: bandeira da Uber na bolsa de NY.

#plainvanilla. UBER JÁ É UMA DAS EMPRESAS MAIS VALIOSAS. Esperava-se que o Uber estreasse hoje na bolsa de Nova York valendo até 120 bilhões de dólares. Não foi tudo isso. Pelo preço que suas ações foram vendidas ontem, o Uber estreou valendo 82 bi de dólares. Mas gente, a empresa tem 10 anos e já está entre as 10 mais valiosas dos Estados Unidos. Só com a emissão de ações arrecadou 8,1 bilhões de dólares. Sabe quanto é isso? Mais de 30 bilhões de reais. Teve investidor que só na estreia ganhou 600 milhões de dólares ou 3,2 bilhões de reais com a empresa. Sabe o que é isso? Onze vezes mais do que a mega sena histórica que neste sábado vai pagar 275 milhões de reais.

De qualquer forma, a empresa teve uma escalada excepcional em dez anos. É só você pensar a forma como você pegava táxi há dez anos. Os preços das ações foram pressionados porque o mercado não estava lá muito bom mas também porque o futuro do Uber ainda é incerto, pela pressão de governos. Ontem, no Brasil, o Supremo reconheceu como inconstitucional leis municipais que proíbem os aplicativos de transportes de operarem.

Carta pode salvar Joesley

#plainvanilla. 13:45. JOESLEY PODERÁ SALVAR ACORDO DE DELAÇÃO. Joesley Batista está em uma semana de sorte. Depois de figurar na lista dos mais ricos do mundo, agora o empresário descobriu que uma advogada americana escreveu uma carta de demissão que pode salvar o seu acordo de delação com a Procuradoria Geral da Republica. Na segunda-feira, um juiz da corte americana do leste de Nova York ordenou que o escritório Baker McKenzie, que assessorava Joesley no acordo com a PGR, entregue a carta de demissão escrita em fevereiro pela ex-sócia Joan Meyer, segundo informações do serviço Latin Lawyer’s. O juiz ainda permitiu que a J&F Investimentos questione Joan sobre o conteúdo da carta. A informação de que a carta contém informações que podem salvar o acordo de Joesley foi repassada à Justiça americana por um denunciante anônimo do próprio escritório de advocacia. Para quem não lembra, o acordo de delação de Joesley e Wesley foi um dos melhores de todos os tempos. Pelo acordo, eles não pegariam nem um dia de prisão. Entre as entregas feitas por Joesley estavam as fitas com as gravações do ex-presidente Michel Temer e do agora deputado federal Aécio Neves. Acontece que no meio do caminho, o acordo ficou sob suspeita por conta do fato de o escritório Trench, Rossi, Watanabe, que seria uma espécie de filial do Baker McKenzie no Brasil, ter contratado Marcelo Miller, ex-procurador da República e braço direito de Ricardo Janot, o chefe da PGR na época que fez o acordo com Joesley. A suspeita foi a de que Miller teria tido atuação dupla no caso, facilitando o acordo de delação dentro da Procuradoria Geral da República.

#PP1. (Para os perdidos). Quem é Joesley? o dono da friboi que gravou o presidente Michel Temer em conversas pouco republicanas.

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé
Foto: Marcelo Chello/Lagartixa Diária, retrato feito quando Rodrigo Janot ainda era procurador geral da República.

Joesley: de delator à lista dos mais ricos do mundo

#plainvanilla. JOESLEY, DE DELATOR À LISTA DOS MAIS RICOS DO MUNDO. Ele gravou o presidente, delatou a República, suas empresas cresceram pagando propinas, foi o maior doador de campanha do Brasil, foi preso acusado de informação privilegiada, teve que deixar o comando das empresas e menos de dois anos depois o que aconteceu???? Joesley entrou para a lista dos homens mais ricos do mundo da revista Forbes. Foi sua estreia entre os todos poderosos do planeta. Junto com ele na lista, seu irmão Wesley. Cada um, com US$ 1,5 bilhão de patrimônio. Ou seja, juntos o patrimônio dos irmãos chega a quase R$ 10 bilhões. A conta é feita pela revista #FORBES com base no valor das ações de suas empresas no mercado e também informações repassadas pelos próprios bilionários listados. No caso dos Batistas, o maior patrimônio é a #JBS. Desde que saíram do comando das empresas, as ações subiram cerca de 30%. O mercado melhorou, os executivos que assumiram são bem visto pelo mercado financeiro, a empresa está até avaliando comprar ativos no exterior. Mesmo assim o preço das ações apenas recuperaram patamares históricos. O que então fez os irmãos chegarem SÓ AGORA à lista dos mais mais? Sempre pode ser porque outros empobreceram. Mas também pode ser pelas vendas que fizeram como a #Alpargatas e a #EldoradoCelulose (empresa que Os Batistas venderam SQN, veja no PP). Alguns amigos dizem que é porque eles internaram dinheiro na anistia. Aquela que o governo de Michel Temer concedeu para que os milionários do Brasil pudessem regularizar dinheiro que não estivesse declarado. Mas não há nada oficial sobre este assunto. Ou vai ver é a BLESSED que está rendendo. A misteriosa empresa que era sócia da JBS via J&F Investimentos, de quem nunca se soube a quem pertencia, ou melhor, de quem eles diziam não saber a quem pertencia, foi comprada pelos irmãos ao fim de 2016 por quase R$ 1 bilhão. O dono da Blessed? Nunca foi informado mesmo depois da compra. Sócios dos irmãos diziam que pertencia a eles mesmos. A Blessed chegou a ser acusada pela Receita Federal de ter sido usada como instrumento para tungar os minoritários da JBS na época da união com os #Bertin. O frigorífico dos Bertin foi super-avaliado segundo a Receita, na época da fusão, e o acerto para o bem dos irmãos foi feito com o uso da Blessed. Enfim, se a lista da Forbes vale de algo, significa que os irmãos não terão problemas em pagar as multas que estão sendo impostas pelas autoridades por seus crimes admitidos. 
#PP1. A Alpargatas foi vendida para os donos do Itaú por R$ 3,5 bilhões. 
#PP2. Cerca de 49% da Eldorado foi vendida para a Paper Excellence por R$ 3,8 bilhões e ficou acertado que outros R$ 11 bilhões seriam pagos quando a J&F liberasse garantias de empréstimos. Mas a J&F parece que não quer mais vender e as duas empresas estão brigando na Justiça. 

A imagem pode conter: 1 pessoa
Foto: Marcelo Chello/Lagartixa Diária, detalhe de Joesley sendo preso de rosário em punho, em setembro de 2017.

WHATSAPP FOI PIVÔ DA TRETA ENTRE BTG E XP

#plainvanilla. WHATSAPP FOI PIVÔ DA TRETA ENTRE BTG E XP. Guilherme Benchimol, presidente e fundador da XP, leu na revista IstoÉ que Sérgio Cabral transportava malas de dinheiro nos aviões de Eike Batista e André Esteves para comprar diamantes. Não teve dúvidas: compartilhou no grupo de WhatsApp da firma, administrado por um sócio da XP. O que já aprendemos com o presidente Jair Bolsonaro? Tudo vaza. O pessoal do BTG ficou sabendo do compartilhamento, segundo eles por relatos de clientes e parceiros. E ficaram magoadíssimos. Por que espalhar FakeNews, Benchimol? O presidente do BTG, Roberto Sallouti, foi lá e notificou Itaú, XP, todo mundo. (Por que o Itaú está na história, Lagartixa? Veja no PP lá embaixo). Aí foi Benchimol que magoou. Em documento de resposta ao BTG, que a Lagartixa Diária teve acesso, o diretor jurídico da XP diz que quando ocorreu o “evento desagradável” envolvendo o banco BTG em novembro de 2015, entenda-se André Esteves sendo preso, Benchimol enviou emails para clientes e assessores pedindo calma e orientando que não fossem feitos resgates dos fundos dos amigos. O diretor jurídico foi além: disse que o sr. Benchimol, “com a melhor das intenções e deixando claro que se tratava de boato”, compartilhou a matéria da revista IstoÉ. Depois disso veio a briga na Justiça por conta dos agentes autônomos. XP acusa BTG de ter roubado sua estratégia e seus autônomos e o BTG acusa a XP de concentração de mercado. Enfim, treta monstra que veio a público em dezembro com matéria de Vanessa Adachi, no Valor Econômico. Nesta semana, em coletiva de imprensa durante evento do BTG em São Paulo, Sallouti falou como se comportar no WhatsApp. Se fez de desentendido sobre o pivô da briga. Mas não se furtou a falar sobre a XP: ‘ELE QUE TÁ COM TRETA COMIGO, EU TÔ TRANQUILO’. 
#PP. (Para os Perdidos). O banco Itaú é hoje um dos maiores acionistas da XP. As autoridades aprovaram a compra de 49,9% do capital da XP Investimentos no ano passado. 
#PP2. André Esteves é fundador do BTG e foi preso em 2015 por ordem do Supremo. Naqueles dias, os investidores ficaram apavorados e começaram a fazer saques bilionários dos fundos do banco. Passados três anos, nada foi provado contra o banqueiro e ele foi absolvido das acusações.
#PP3. A briga com a XP acontece porque o BTG está entrando no mundo digital pelo setor de varejo, que é a especialidade da XP.

Ninguém faz melhor

#plainvanilla. Definitivamente, ninguém faz melhor que Heinz. A empresa dona do catchup que está por aí nas hamburguerias anunciou um prejuízo de US$ 12,5 bilhões no quarto trimestre do ano passado. Isso é quase R$ 50 bilhões. Consegue imaginar esse dinheiro todo? Isso foi porque eles tiveram que reavaliar a marca e com isso registraram o prejuízo. Mas não foi só isso, a empresa também comunicou que está sendo investigada pela SEC, uma espécie de xerife da bolsa de valores, por umas questões contábeis. Ou seja, registraram coisas estranhas no balanço e o órgão fiscalizador não gostou. Resultado: a empresa perdeu quase um terço de seu valor em apenas um pregão da Bolsa de Nova York. E aí você se pergunta: quem são os pobres coitados donos desta empresa? Nada mais nada menos que dois dos homens mais ricos do mundo. Um deles é Jorge Paulo Lemann, o homem mais rico do Brasil e que é dono também das cervejas brasileiras da AmBev. O outro é Warren Buffet, um ás do mercado financeiro. Eles não devem estar muito felizes com os administradores que contrataram. #bolsa#NY#heinz#kraftheinz#lemann#buffet

A imagem pode conter: comida