#comendomosca. Bolsonaro admite que cloroquina é do Centrão e deixa General na saúde.

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Parece que diante de um médico youtuber que ganha dinheiro com cursos, dois deputados mais ou menos e uma médica que gosta da cloroquina, mas também do isolamento, Bolsonaro resolveu ficar com o general mesmo que está interinamente no Ministério da Saúde. Hoje cedo ele disse que Pazuello vai ficar por muito tempo lá. “Não vou mudar não. Ele é um bom gestor e vai ter uma equipe boa de médicos embaixo dele”.

Bom, ele nem precisa mais de médico para assinar o tal protocolo da cloroquina. Afinal, ele lançou um protocolo fake dizendo que os médicos podem receitar, mas desde que o paciente assine um termo assumindo o risco. Isso daí o próprio Conselho Federal de Medicina já tinha permitido, darling.

Aliás, veja que Bolsonaro finalmente admite que a cloroquina não tem eficácia comprovada. Ontem ele disse que quem é de direita toma cloroquina e quem é de esquerda toma tubaína. Hoje a cloroquina é do centrão. Darling, toma o Guaraná Jesus mesmo, que pelo menos é docinho e não dá taquicardia.