#perdeuorabo. FLA X GLOBO.

Nenhuma descrição de foto disponível.

Flamengo foi lá e fez amizade com o maior inimigo declarado da Globo, o presidente Bolsonaro. Puxou tanto o saco que conseguiu uma medida provisória que permite a times de futebol transmitir seus próprios jogos. Já Bolsonaro viu uma grande chance de fazer o que mais quer: mexer no financeiro da Globo.

Bom, o Flamengo já chegou transmitindo seu jogo com o Boa Vista. A Globo então resolveu contra-atacar e anunciou hoje que que não vai mais transmitir nenhum jogo do campeonato estadual carioca.

O Flamengo não tem contrato para os direitos de transmissão, mas a Globo tem exclusividade com os outros 11 times. Logo, na teoria, o Flamengo não poderia transmitir já que o Boa Vista tem contrato de exclusividade com a Globo.

Mas com a MP, o Flamengo disse que agora tinha direito. A Globo disse: ok, mas isso daí não vale para contratos anteriores à MP. O que, vamos combinar, a Justiça pode dizer que é bem verdade. Já pensou se agora Bolsonaro assina medidas provisórias a torto e a direita fazendo contratos assinados em outros anos não valerem mais? Treta.

O jogo do Flamengo e Boa Vista rendeu 11 milhões de views para o FlaTV no Youtube. Isso poderia render, segundo estimativas do Sociadable, até uns 200 mil reais pro Flamengo em monetização. Fazendo uma conta por cima, considerando o número de jogos, o time poderia conseguir uns 3 milhões durante o campeonato. O blog do Rodrigo Mattos, no UOL, publicou no começo do ano que os direitos de transmissão do campeonato carioca renderiam uns 18 milhões para o Botafogo.

Ah, importante, a Globo disse que mesmo com a rescisão do contrato, motivada pela atitude do Flamengo, vai pagar os direitos combinados a todos os times. Mas deixou a Federação do Rio com a batata quente na mão.

PP (para os perdidos). A MP tem força de lei mas só vale por no máximo 180 dias até que o Congresso aprove.