#subindopelaspaedes. Trégua.

A imagem pode conter: 11 pessoas

Bolsonaro e os governadores finalmente deram uma trégua. Já não era sem tempo, né Tixa? Quando a galera precisa de dinheiro fica mais fácil todo mundo se acalmar, né darling? Bolsonaro prometeu sancionar o mais rápido possível o auxílio a estados e municípios, mas pediu aos governadores que o apoiem no veto que ele deve fazer à previsão de reajuste de servidores. Os governadores acharam razoável afinal falar em aumento de salário no meio da pandemia é meio bizarro mesmo, né? Ficou fácil.

Mas o governador do Maranhão, Flavio Dino, reclamou nas suas redes que até agora os governadores não foram informados sobre tudo o que Bolsonaro irá vetar no projeto. São 4 vetos no total.

#PP (Para os perdidos). Para dar o socorro de 125 bi, cerca de 60 bi com dinheiro vivo, o Guedão exigiu uma contrapartida que era a de que não houvesse reajuste de salários de servidores por 18 meses, com exceção daqueles que lidam diretamente com a pandemia.
#PP1. Mas o Congresso, claro, botou mais um monte de categorias que poderiam ter reajuste. É isso que Bolsonaro deve vetar. Mas precisa do apoio de governadores para que o Congresso não derrube o veto.

Fotos: Marcelo Chello
Fotografados: Bolsonaro e os governadores Wilson Witzel (RJ), João Doria (SP), Helder Barbalho (PA), Rui Costa(BA), Eduardo Leite (RS), Camilo Santana (PE), Ronaldo Caiado (GO), Flavio Dino (MA), Carlos Moises (SC), Ratinho Jr (PR).

🦎 Ajude a Lagartixa. www.lagartixadiaria.com.br/ajude