#subindopelasparedes. Bolsonaro ameaça usar forças federais contra manifestantes.

Bolsonaro avisa: quem preza pela sua liberdade não vai às ruas neste domingo. E diz que as forças de segurança federais vão fazer seu trabalho “se porventura manifestantes extrapolem os limites da lei”. Eita Tixa, o que é isso? Uma ameaça de repressão? É uma ameaça, darling.

Bolsonaro está tentando à força acabar com manifestações contra seu governo ameaçando de antemão quem for às ruas. Quem deve fazer o trabalho de zelar pelo limite da lei são as polícias militares em cada Estado, não as forças federais. Ele justifica o uso das forças nacionais por conta do episódio de domingo na Paulista, onde foi registrado confronto com a polícia militar de São Paulo depois de confusão que começou com provocação feita por apoiadores de Bolsonaro.

Bolsonaro disse que os manifestantes contra seu governo são marginais, terroristas e maconheiros. “Uns desocupados que não sabem o que é economia e democracia”.

Mas quero registrar aqui que em oito minutos discursando na inauguração de um
hospital de campanha para combater o coronavírus, Bolsonaro falou de tudo, tudo mesmo, até dos tacógrafos do Inmetro e nenhuma palavra para as famílias dos que morrem a cada minuto no Brasil de Covid19.