#subindopelasparedes. Queiroz vai pra casa.

O amor de Bolsonaro no STJ libera o ex-assessor/motorista/otrascositasmas de Flavinho, o 01, para cumprir prisão domiciliar.Tiiiiixa do céu! Qual sabor dessa pizza? Calma, darling. Tenhamos fé! O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, decidiu há pouco que Queiroz pode cumprir a prisão em casa. Não se sabe em qual casa. Na do Anjo, digo, Wassef, é que não deve ser mais. Como o caso corre em segredo de justiça não dá para saber mais, por enquanto.PP. Para os Perdidos. Esse ministro do STJ é um encantado por Bolsonaro. O Estadão mostrou em reportagem que ele atendeu os pedidos judiciais da presidência, em quase 90% das vezes.PP1. O amor é recíproco pois em abril Bolsonaro ao encontrar Noronha se derramou: “Confesso que a primeira vez que o vi foi um amor à primeira vista. O senhor ajuda a me moldar um pouco mais para as questões do Judiciário”. Ahhh o amor é lindo.PP2. A defesa de Flavinho conseguiu tirar o inquérito da primeira instância justamente quando estava prestes a sair a primeira denúncia. Agora o Supremo, que não curtiu essa manobra, julga o recurso do MP para que volte para a mão do juiz original do caso. Porém essa decisão só sai em agosto. Até lá…